Trilha JONAS 171017

n7

Pastores de várias denominações evangélicas de Campo Maior se preparam para realizar uma semana de atividades que antecede o dia municipal do evangélico, instituído pelo Projeto de Lei 027.2013 de 26 de dezembro de 2013, a ser comemorado no terceiro sábado do mês de novembro, dia 18, onde será realizada a grande Marcha para Jesus 2017, em Campo Maior.

Pastores de várias denominações evangélicas de Campo Maior se preparam para realizar uma semana de atividades que antecede o dia municipal do evangélico, instituído pelo Projeto de Lei 027.2013 de 26 de dezembro de 2013, a ser comemorado no terceiro sábado do mês de novembro, dia 18, onde será realizada a grande Marcha para Jesus 2017, em Campo Maior.

O presidente da Aliança de Pastores de Campo Maior - APECAM, o Pastor Levi Martins reuniu todos os pastores para comunicar do evento este ano. Após este encontro, o prefeito Professor Ribinha, e o presidente da Fundespi foram convidados a segunda reunião, que aconteceu na Igreja  Evangélica Assembléia de Deus Ministérios Madureira.

Na Programação do dia 18 de novembro, já foi definido: Às 5h30 Alvorada, com a Banda de Música local na Praça da Prefeitura, no local da concentração, por volta das 5h30 (manhã), às 6 horas será a caminhada para Jesus, saíndo da Praça da Prefeitura, ao Ginásio Poliesportivo, com previsão de chegada às 8h30, com parada e oração em vários pontos da  cidade.

Durante a semana, cada dia,  haverá celebração nos bairros e concentração das igrejas em oração, pela cidade. Nas concentrações haverá participação da comunidade em geral, convidada a se fazerem presentes nos momentos de celebração e de oraçãoa Deus pelas famílias, pelos jovens, pelas crianças, pelos missionários, pastores, autoridades e pelo público geral de Campo Maior.

No dia 18, por volta das 18h30, terá início a uma concentração no Complexo de Eventos, onde haverá pregação da palavra de Deus. A Programação inclui outros eventos ainda em definição para a comeoração da semana do evangélico na cidade de Campo Maior.

wil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE quer atualizar os dados agropecuários referentes a 2017, para isto disponibilizou pesquisadores, que já estão em campo colhendo dados nas propriedades rurais de todo o Brasil. Em Campo Maior, 11 estão espalhados realizando este trabalho. Segundo o gerente geral da agência no município, Wilton Andrade, até fevereiro do próximo ano eles querem está com todos os dados em mãos.

"Este Censo vai fazer o levantamento de tudo o que foi produzido no período de um ano referente às áreas da pecuária e da agricultura. É um levantamento muito importante para o país, porque através dos resultados é que são feitas as políticas públicas voltadas para as propriedades rurais", explicou Andrade. As informações, segundo ele, vão ajudar nas políticas de encontro as necessidades dos produtores agropecuários do país.

wil2

"Cada município possui uma quantidade determinada de recenseadores, que foram treinados,  e capacitados para o trabalho. Para atender Campo Maior, nas propriedades urbanas e rurais são 11 recenseadores. Nos municípios com área de abrangência menor o número também é menor", destacou o responsável pela agência.O IBGE pediu o apoio da sociedade de modo em geral na identificação dos recenseadores para evitar fraudes ou que alguém se passe pelos profissionais para atrabalhar o trabalho.

"Os recensenadores estão com um equipamento, Smartphone, com uma capa azul, estão usando um colete azul com o nome IBGE, também com boné e um crachá de cor azul e verde", relatou. No município de Nossa Senhora de Nazaré, o IBGE tomou conhecimento, que uma pessoa tentou se passar por um recenseador. O proprietário rural desconfiou, entrou em contato com o IBGE. "A pessoa apresentou uma conta, uma forma de boleto, fatura para que o morador pagasse. O IBGE não faz isto, nunca fez, não emite conta, apenas faz levantamento no que diz respeito ao Censo Agropecuário", comentou o gerente Andrade.

Texto e Fotos: Valdamir Alvarenga

 

A Polícia Militar confirmou que, por volta das 22h00 dessa quinta-feira (19/10), pelo menos 4 elementos, utilizando duas motocicletas, efetuaram vários disparos no Bairro Matadouro, em Campo Maior, nas imediações dos trilhos do trem. Ninguém foi atingido.
tiromatadouro

De acordo com o comandante da Polícia Militar, major Etevaldo Silva, logo que a PM foi informada da ocorrência, enviou, imediatamente, uma equipe para o local. Diligências foram realizadas, mas os suspeitos dos disparos conseguiram se fugir sem serem identificados.

O major revela que pelas informações apuradas no local, trata-se da tentativa de acerto de contas de um grupo rival com um dos indivíduos foragidos da Penitenciária de Esperantina, que reside no Bairro Matadouro. “Pelo menos não houve vítimas, mas a Polícia Militar vai continuar monitorando o local”, relata o comandante.

Na noite dessa quarta-feira, 18.10, o Campeonato Amador de Campo Maior definiu os times que disputarão a final do campeonato que movimenta todos os bairros da cidade. Foi uma disputa dupla, onde a equipe do Trilhão (Bairro de Fátima), tirou o time do Vasco, (Bairro Cariri), e Bangu (São João) tirou o rival São João.
amador2

A primeira partida foi entre o Vasco e o Trilhão, onde a disputa foi definida só nos pênaltis, já que no tempo os dois times emparam em 0 a 0. Trilhão levou a melhor e venceu o representante do Cariri durante a loteria por 4 a 3.
amador1

Já no segundo jogo o Bangú venceu o time do São João, no tempo normal, por 2 a 0, ganhando o direito de disputar a final com o Trlhão. O jogo da decisão será também disputado no Estádio Deusdethi Melo, que conta agora com o seu sistema de iluminação.

paaibaprontook