Trilha JONAS 01112017

ENTENDA: Igreja volta atrás e permite vice-prefeito ser padrinho

800001

O fato inusitado noticiado em primeira mão pelo Portaldecampomaior e que foi notícia em todos os sites do Piauí em que o vice-prefeito da cidade de Boqueirão do Piauí, Raimundo Filho, foi proibido de ser padrinho de uma criança que iria se batizar na igreja matriz do município ganhou um desfecho final.

O vice-prefeito Raimundo Filho disse ao Portaldecampomaior que o padre da igreja matriz do município pediu desculpas pelo fato ocorrido e que agora iria realizar o batizado da criança.

“Ele padre me procurou e pediu desculpas pelo ocorrido, disse para não mais levarmos o caso adiante e que a igreja ficaria eternamente grata pelas minhas sinceras desculpas. Fico feliz por agora podermos realizar o batizado da criança que não tinha nada a ver com a situação”, destacou Raimundo Filho.

ENTENDA O CASO

O vice-prefeito da cidade de Boqueirão do Piauí, Raimundo Filho, ficou revoltado após ser proibido de ser padrinho de uma criança que iria se batizar na igreja matriz do município.

Em postagem no Facebook, ele disse que foi desonrado e que que a coordenadora da igreja teria impedido através de determinação do padre.

"Não teria essa competência, pois vivo em porta de bar e em farras, e qual seria a motivação que iria dar a essa criança?”, era a justificativa que Raimundo teria recebido.

Confira  anota de repúdio do vice-prefeito:

NOTA DE REPÚDIO 


Hoje pela manhã recebi uma informação dos responsáveis pela igreja católica de Boqueirão do Piauí que não poderia ser Padrinho de uma filha de um amigo, no qual me informaram “que não teria essa competência, pois vivo em porta de bar e em farras, e qual seria a motivação que eu iria dar a essa criança?” Vou apurar cada palavra dita que me desonrrou perante minha Comadre compadre e afilhada, A criança e a mãe dela saíram de dentro da igreja em estado choque em pleno choro, e eu com minha imagem E meu respeito jogado fora, desde já aviso que é decisão da própria criança e dos pai que fosse padrinho, convivemos desde o início da minha vida. Pois bem, hoje estou aqui graças ao meu Deus, e não vou generalizar todos da igreja católica da cidade, uma religião que nasci e me criei nela, onde nela fui doutrinado com batismo eucaristia e crismado, onde aprendi a rezar pedir a Deus pela saúde felicidade e a paz pra muita gente.

Nunca m senti tão constrangido logo num lugar onde é a casa de nosso pai celestial. Quero deixar bem claro, hoje eu sou um homem de verdade, com responsabilidade e todo amadurecimento que tive nessa vida. Qualquer um na vida já foi criança adolescente, já viveu já brincou e eu não sou diferente dos outros, hoje eu cresci amadureci e estou correndo atrás de meus objetivos, não sou diferente de ninguém, sou uma pequena semente de Deus que também quer um lugar ao sol, que quero deixar minha contribuição aqui na terra, viver minha vida de boas maneiras.

Sou um cidadão católico respeito às religiões que propagam e divulgam o nome de nosso Deus pai todo poderoso, peço o respeito de quem me deferiu esses adjetivo de ma índole. Agora mais que nunca vou apurar cada palavra dita.     Que Deus pai tenha compaixão desses corações amargurado e cheio da inveja, acho que não seria o local adequado para se propagarem a política. Somos todos cidadão e merecemos respeito Estou entrando com um pedido de esclarecimento dos responsáveis  O PODER DE DEUS PREVALECERÁ  EM TI EU CONFIO PAI O SENHOR JÁ FOI AUTOR DE VARIAS CONQUISTA EM MINHA VIDA AMÉM #olhapradebaixodopropionarizqueasujeirataemquemmaisfala #linguaferina

paaibaprontook