trilha full 09042018

Defesa Civil de Campo Maior não autoriza famílias retornarem ainda as suas casas

desab

A Defesa Civil não autoriza nenhuma família que foi removida pela Prefeitura Municipal e se encontra nos abrigos em Campo Maior retornar as suas residências. Segundo o coordenador do órgão no município,  Edilson da Vargens,  isto só poderá acontecer depois que tiverem toda a segurança para que elas voltem sem que ocorra problemas com desabamento. 

O prefeito Professor Ribinha já fez o comunicado ao coordenador da Defesa Civil para estes  cuidados. Ele determinou a volta das pessoas para suas casas somente no momento que não houver mais riscos. O município e os grupos solidários (colaboradores) estão ajudando a manter as famílias nos pontos de apoio. Segundo a Defesa Civil há previsão de chuvas até o dia 20 de maio.

“Todas as casas ainda estão úmidas, embora as águas tenham baixado, as paredes estão minando, o que representa riscos na área da saúde,  sem falar também de desabamentos. Quem saiu não retorne agora e quem estiver em áreas de riscos, faça contatos conosco, que temos ainda muitos pontos de abrigos” , explicou o coordenador.

Existe abrigo disponível no Lar da Criança, no Ginásio Poliesportivo, na sede da Associação do Bairro São Luís, na sede de outras associações, existe o CAIC, a Fundação Mulher Guerreira, as paróquias liberaram os centros pastorais, ainda temos 10 pontos de abrigos Temos à nossa disposição carros e homens para fazer a remoção das famílias que estão em riscos, caso necessite”,  disse o coordenador Edilson.

desab2

Prefeito Professor Ribinha está sempre discutindo com a Defesa Civil e os colaboradores os cuidados com as famílias 

Texto - Valdamir Alvarenga

Fotos - Jonas Sousa

paaibaprontook