trilhaunook

Presos suspeitos de roubos em Campo Maior, Cabeceiras e José de Freitas

A Polícia Militar prendeu os seis suspeitos de praticarem arrastões em Campo Maior e outras duas cidades e de ainda trocarem tiros com a Polícia Militar durante uma perseguição, no final de semana passado. O grupo tinha roubado a importância de R$ 6 mil e vários celulares de populares que estavam em um posto de gasolina em Cabeceiras e também roubaram um comércio em Campo Maior. A PM apreendeu os celulares roubados e também o dinheiro.
presos cmposto

Logo em seguida, eles se dirigiram para José de Freitas. Policiais militares da cidade foram informados pelos policiais de Cabeceiras do crime que eles haviam praticado e montou uma barreira para pegá-los na estrada.

O tenente Alberto, do 12º BPM de José de Freitas, conta que eles perceberam a viatura e aumentaram a velocidade. “Fizemos o acompanhamento por cerca de 5 quilômetros e eles pegaram uma estrada de terra, mas o carro em que estavam quebrou e eles fugiram a pé para um matagal. Todos estavam armados e fizeram vários disparos contra a gente”, relatou o PM.

Por volta de 5h30 da manhã de hoje (13), a polícia conseguiu prender o primeiro suspeito, que não teve a identidade revelada. Com o depoimento dele, foi possível à PM chegar até a residência que o grupo usava como ponto de apoio aqui em Teresina.

No local, foram localizados os outros cinco integrantes da quadrilha, dois deles ainda tentaram escapar pulando o muro, mas foram detidos pelos militares que cercavam a residência.

Dentre eles, a polícia disse que há um identificado apenas como Lucas, que já cumpriu pena por homicídio, mas mesmo depois de ter deixado a cadeia, continuou praticando roubos e assaltos em Teresina e nas cidades vizinhas.

 

 

Com informações do Portal O Dia (foto: Chico Filho)

 

paraiba60pronto