trilhaoutubro2018

O cabo da Polícia Militar Carlos Henrique Lopes Pereira, lotado em Campo Maior, morreu após envolver em um acidente de moto, ocorrido no final da tarde desta quarta-feira (14/11), em Campo Maior. O acidente aconteceu no centro da cidade.
15bpm

 Cabo Henrique, como era conhecido, não resistiu às complicações provocadas pelos ferimentos consequentes do acidente de trânsito. O policial militar chegou a ser socorrido pelo SAMU e levado ao Hospital Regional de Campo Maior, onde ainda chegou a receber cuidados médicos.

O comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, major Etevaldo Silva, divulgou nota lamentando a morte do cabo Henrique, frisando que o militar se destacou em vida pelo amor à farda e aos princípios da corporação. “Seu legado de honradez fica marcado para os que aqui ficam, seus familiares e amigos”, externou o major em nota.

Os agentes de saúde de Campo Maior receberam uma grande notícia durante as comemorações do Dia Nacional do Agente de Saúde, nessa quarta, 14. O prefeito Professor Ribinha anunciou que vai implantar o Piso Nacional do Agente de Saúde, que reajusta de R$ 1.014,00 para R$ 1.250,00 o salário da categoria em janeiro de 2019.
acsfesta 291

Além de anunciar o piso nacional, o prefeito Professor Ribinha e o secretário de Saúde, Marcelo Miranda, entregaram o fardamento aos agentes de saúde. O secretário ainda revelou que o município vai continuar pagando o adicional à categoria, de acordo com o repasse do Ministério da Saúde.
acsfesta 296 

A presidente da Associação das ACs, Célia Maria, disse que a categoria agradece a iniciativa do prefeito e do secretário e também ao requerimento do vereador Manin Pereira, que fez a indicação da implantação do piso ao prefeito Professor Ribinha.
acsfesta 307

O piso nacional dos agentes de saúde foi aprovado pelo Congresso Nacional no final do semestre passado, através de medida provisória (MP). O benefício também abrange os agentes de combate a endemias.

Pela proposta aprovada, o piso passará, de forma gradual, dos atuais R$ 1.014 para R$ 1,5 mil mensais, em três anos (até 2021).

De acordo com o projeto, o aumento no piso ocorrerá da seguinte maneira:

Janeiro de 2019: R$ 1.250;

Janeiro de 2020: R$ 1.400;

Janeiro de 2021: R$ 1.550.
acsfesta 144acsfesta 114acsfesta 218acsfesta 227

O campomaiorense Washington Luís Bezerra de Araújo, desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará, foi eleito novo presidente do judiciário daquele estado. Washington assume a presidência do TJ cearense a partir de fevereiro de 2019.
desembargadorwashington

Washington foi eleito presidente durante sessão plenária no final de setembro passado. Além dele também foram eleitos os desembargadores Teodoro Silva Santos e Maria Nailde Pinheiro Nogueira. Nailde ocupará o cargo de vice-presidente, enquanto Teodoro será o novo corregedor-geral da Justiça.

A posse do campomaiorense está marcada para o dia 31 de janeiro. Os novos gestores foram eleitos para mandato de dois anos, a partir de fevereiro de 2019.

Washington nasceu em 14/03/1960, em Campo Maior. Ele é atual vice-presidente do TJ do Ceará, onde se tornou desembargador pelo critério de merecimento desde 18 de fevereiro de 2011.

O desembargador campomaiorense ingressou na magistratura em 31 de março de 1992, depois de obter aprovação em concurso público, em primeiro lugar, com a nomeação para o cargo de juiz substituto da Comarca de Beberibe.

Após um ano de construção, o novo prédio do Fórum da Comarca de Campo Maior será entregue a população. A data da inauguração está definida para o dia 18 de dezembro. O Tribunal de Justiça deu início a construção das novas instalações, no erguido no Parque Zurique, em dezembro de 2017.
forumdecampomaior

A construção do Fórum da Comarca de Campo Maior custou ao Fundo de Modernização da Justiça pouco mais de R$ 5 milhões.

A inauguração será feita pelo presidente do Tribunal de Justiça, Erivan Lopes e pelo prefeito da cidade, Professor Ribinha, em solenidade marcada para às 8 horas do dia 18 de dezembro.

O novo Fórum de Campo Maior ocupa área de 1.290 metros quadrados. Abriga o Juizado Especial, as Varas Cível e Criminal com secretaria, sala de audiência, gabinete de juiz, recepção, assessoria, 2 salas de juízes leigos, 2 salas de juízes conciliadores. 

Também tem auditório, amplo estacionamento, sala da Defensoria Pública e sala da OAB. “O antigo prédio vai servir para a Vara das Execuções Penais”, informa o presidente do Tribunal de Justiça, Erivan Lopes.

paraiba60pronto