Trilha JONAS 01112017

Federação nega o retorno do Caiçara a Série A do Piauiense

6781

O Caiçara solicitou à Federação de Futebol do Piauí (FFP) o retorno à Série A do Campeonato Piauiense. A vontade dos alvirrubros, no entanto, esbarrou nas sanções impostas pela entidade. Os dirigentes do Leão de Campo Maior se reuniram com o presidente da FFP, Cesarino Oliveira, em Teresina, para pedir o fim da punição que promete afastar o clube por dois anos por não comparecer a dois jogos do estadual do ano passado. O clube quer provar judicialmente que o banimento foi ilegal.

A situação do Caiçara é a seguinte: até o dia de ontem não tinha sido revogada a decisão de que determina a participação do clube no estadual. Até ontem pela manhã eu estive na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) e ainda era válida. Essa decisão do procurador do trabalho ainda não chegou até nós, e ele não está determinando participação em campeonato. Ele não pode fazer isso. O campeonato tem suas regras e precisam ser cumpridas – destacou Cesarino Oliveira.

Firme na decisão de manter o afastamento do clube de Campo Maior, Cesarino Oliveira enfatizou que a única alternativa de retorno do Leão à elite será na disputa da Série B do estadual em 2018.

Para voltar à elite, ele vai ter que disputar a 2ª divisão. A lei não permite que ele retorne como convidado. Independente da decisão judicial que for, não vemos condições de o Caiçara atuar na Série A do estadual. O Caiçara foi quem se excluiu. Não fomos nós. Não fui eu que determinei o WO. Eu não aceito eles dizerem que foi arbitrária essa decisão – concluiu o presidente da FFP.

paaibaprontook