trilhafull16022018

ESTADUAL

 

Um jovem identificado como Luan Gomes de Sousa, de 23 anos, residente no rua Joaquim Nasciso, na cidade de Buriti dos Lopes, por pouco não teve um dos dedos da mão esquerda amputado na noite desta sexta-feira 23/02 por volta das 23h em uma praça localizada no centro do município.

7 4 540x350

As agressões segundo populares, teria partido de um senhor que tem o hábito de tocar violão em um bar próximo a praça.

A policia militar foi acionada e uma unidade do SAMU realizou os primeiros atendimentos ao jovem que aparentava estar embriagado e em seguida encaminhou Luan para o hospital Estadual Mariano Lucas de Sousa em Buriti dos Lopes.

As agressões segundo populares, teria partido de um senhor que tem o hábito de tocar violão em um bar próximo a praça.

A policia militar foi acionada e uma unidade do SAMU realizou os primeiros atendimentos ao jovem que aparentava estar embriagado e em seguida encaminhou Luan para o hospital Estadual Mariano Lucas de Sousa em Buriti dos Lopes.

Com informações MN

Na do último domingo 18/02, um homem de 20 anos, identificado como Marcos Leandro, agrediu a ex-mulher, de 17 anos, no momento em que ela teria ido pegar o filho do casal em sua residência.

O crime aconteceu na cidade de São Miguel do Tapuio a cidade a 272 km da capital Teresina. Marcos desferiu socos e pontapés contra a vítima. Na tentativa de ajudar a ex-nora, a mãe de Marcos o agarrou e tomou a faca que ele estava em punho. Foi quando ele também agrediu a própria mãe.

homemsmt

A adolescente, que reside em Buriti dos Montes, e o ex-namorado Marcos, ficaram juntos por três anos e tiveram um filho.

De acordo com relatos de familiares, a adolescente é constantemente ameaçada pelo ex-marido, que não aceita a separação. “Após a separação, ele já afirmou várias vezes que iria matar ela”, disse, uma parente da vítima.

Após cometer as agressões, o jovem fugiu do local e se encontra foragido.

Com informações tribunaemfoco

O Juiz de direito da 1ª Vara do Tribunal do Juri, Antônio Reis de Jesus Nollêto revogou a prisão do ex-tenente do Exército, José Ricardo da Silva Neto, acusado de assassinar a sua namorada, a estudante Iarla Lima Barbosa em junho do ano passado no estacionamento de um bar na zona Leste de Teresina. A Sentença datada da última sexta-feira 02/01, o megistrado revoga a prisão preventiva do ex-tenente e concede-lhe a liberdade provisória. O ex militar está preso na Casa de Detenção em Campo Maior e deve ser posto em liberdade nos próximos dias. 

militarex

ex-tentente, que vai a julgamento pelo Júri Popular, foi pronunciado pelo juiz, na sentença, pelos crimes de homicídio consumado, triplamente qualificado, por motivos fútil, feminicídio e duplo homicídio tentado, qualificado. Em outro momento da decisão o juiz afirmar que foi constatado que o ex-tenente não responde a nenhuma outra ação penal “assim, sendo primário, tem a seu favor o binômio que constitui regra basilar no direito positivo pátrio de liberação, cujo preceito deve prevalecer”.  

O magistrado relatou ainda que José Ricardo da Silva Neto ficou preso por 7 meses e nesse período respondeu regularmente ao processo, participando de todos os atos processuais aos quais foi intimado e não há informações, nos autos, de comportamento agressivo durante sua prisão.

Na decisão, o magistrado impetrou ainda medidas cautelares ao acusado, como: não se ausentar temporariamente ou definitivamente do município de sua residência, sem a autorização do juiz; comparecer a todos os atos do processo para os quais for intimado; comparecer mensalmente gerente o Juízo da Comarca de Recife-PE, para informar e justificar as suas atividades; recolhimento domiciliar no período noturno a partir das 20h; não se envolver em nenhum outro delito e não frequentar casas de eventos.

Confira a decisão:

file:///C:/Users/PC/Downloads/sente%C3%A7a%20ex%20tenente.pdf

Um grupo de aproximadamente dez homens explodiu o cofre da agência do Banco do Brasil do município de Angical, a 130 km ao Sul de Teresina. A ação aconteceu por volta das 2h30 deste domingo 04/01. Antes, os bandidos sequestraram o motorista de um ônibus da empresa Líder que passava pela BR-343 e usaram o veículo para bloquear a estrada no sentido Regeneração. No sentido inverso, eles usaram dezenas de grampos no asfalto para impedir a passagem de carros.

onius

De acordo com o comandante do Grupamento da PM de Angical, sargento Durval Miranda, o motorista do ônibus ficou em poder dos assaltantes enquanto o banco era arrombado. "Eles pegaram a Líder, pegaram o motorista de refém, interditaram a BR numa parte que não dava para passar nada no sentido Regeneração, além de jogarem grampos na estrada do balão de São Pedro no outro sentido”, relatou o policial.

Segundo o comandante, muitos carros que passavam pela estrada tiveram os pneus estourados, inclusive o da PM de Água Branca que foi chamado para dar apoio. “Estourou o pneu de muito carro, inclusive o da Força Tática que foi nos apoiar. O carro ficou logo lá. Fizeram os bloqueios tanto pra cima como pra baixo”, declarou.

bancoangi

Os polliciais relataram que a população que mora perto da agência relatou que os bandidos usavam armas longas e realizaram várias explosões. O gerente da agência garantiu à polícia que nada foi levado. “Um carro queimado foi encontrado na localidade Pau de Terra, a 2km  de Angical. É numa estrada  vicinal que sai no sentido Palmeirais. A polícia está colhendo informações”, destacou o comandante.

Dois policiais que estavam no ônibus relataram ao GPM de Angical que escaparam por pouco. “Vinham um cabo e um soldado no ônibus que escaparam por pouco. Eles nos disseram que os bandidos não entraram no ônibus. Foi a sorte deles”, relatou o sargento.

O motorista do ônibus, que seguia para a cidade de  São João do Piauí, e um vigilante noturno foram liberados logo após a ocorrência. Os passageiros ficaram no meio da estrada e não sofreram ferimentos. Ninguém foi preso até agora.

Informações PM/CV.com