trilhaoutubro2018

Negligência: Mãe e avó de bebê morto carbonizado são indiciadas por homicídio culposo

A mãe e a avó do bebê morto carbonizado durante incêndio em uma residência em Timon (MA), cidade vizinha a Teresina, foram indiciadas por homicídio culposo e abandono de incapaz. O delegado do caso, Bel Hermes, informou nesta segunda-feira (11), que a investigação apontou a negligência das responsáveis ao deixar três crianças sozinhas em casa.

O caso aconteceu no dia 3 de maio deste ano, quando a mãe saiu para comprar um remédio e deixou os três filhos em casa, mas pediu a avó, que morava próximo, olhasse eles e a mesma estava tomando banho quando o fogo começou.

Após a saída da mãe, a criança de 7 anos foi para a residência da avó. No momento do incêndio, vizinhos ouviram o menino de 3 anos chorando por causa das chamas e arrombaram a casa para salvá-lo. Já o bebê de um ano estava dormindo no sofá e morreu carbonizado.

 whatsapp image 2018 05 03 at 13.32.21

De acordo com o laudo pericial do Corpo de Bombeiros, um curto-circuito em uma tomada teria iniciado o incêndio. Segundo o delegado Bel Hermes, os acontecimentos indicam negligência das responsáveis ao deixar os menores sem supervisão.

"No meu entendimento, houve em um primeiro momento o abandono de incapaz e depois o homicídio culposo pela negligência de deixar essas crianças sozinhas", informou o delegado.

O inquérito foi encaminhado para a Justiça e está sob análise do Ministério Público antes que a denúncia seja formalizada.

Com informações G1