trilhaunook

Técnicos em necropsia param e cadáver fica em calçada

888832323

Técnicos do Serviço de Verificação de Óbito (S.V.O.) deflagraram greve no início da manhã desta segunda-feira(11). Por conta da interrupção dos trabalhos, corpos não serão necropsiados no S.V.O do Hospital Getúlio Vargas (HGV).

Desde às 8h, o motorista Rodrigo Pereira aguarda o corpo da mãe ser recebido pelo serviço. Jaqueline Pereira, 42 anos, morreu supostamente de causas naturais durante a madrugada.

Os técnicos se recusaram a fazer os procedimentos de necropsia porque alegam que estão sem receber salários desde novembro do ano passado.

O corpo está há mais de duas horas dentro carro funerário na calçada do S.V.O. "Eles disseram que estão com salários atrasados e não vão receber o corpo da minha mãe, é uma falta de vergonha. A gente já está com a dor de perder e ainda tenho que passar por isso", disse Rodrigo.