trilhaunook

3ª Edição da Feira AMORARTE é lançada em Campo Maior

bolsa1

O prefeito Professor Ribinha, juntamente com a secretária de Social - Nilzana Gomes fizeram na noite desta terça-feira, 19.03 o lançamento da 3ª Edição da AMORARTE - Feira de Artesanato de Campo Maior, que acontecerá dias 2 e 3 de agosto.

O tema da feira nesta edição é: " Bem vindo a nossa terra". "O tema visa enaltecer Campo Maior com suas potencialidades culturais, naturais e turísticas", destacou a secretária.

O prefeito Professor Ribinha parabenizou toda a equipe da SEMAS, saudou todos os parceiros, os empresários por estarem presentes ao lançamento, que segundo ele, a cada ano ganha maior proporção no senario regional.

"Eu sou muito grato por todos vocês participarem porque trata-se de um investimento para nossa cidade e para o nosso povo", falou, refletindo que a AMORARTE é um evento que deu certo e faz parte do calendário das atividades culturais da cidade.

A apresentação do projeto foi feita pelo publicitário Wellington Coelho, que desde a primeira edição vem pensando os temas juntamente com a secretária Nilzana e sua equipe.

O lançamento da Feira acontece no Salão do Centro de Convivência do Idoso e contou com a presença de secretários municipais, vereadores, a representantes do Banco do Nordeste (Crediamigo) Tânia Cristina e LeideO Marcia e populares.

O objetivo da Feira é desenvolver, valorizar e fomentar o trabalho dos artesãos de Campo Maior é região. A AMORARTE é a primeira iniciativa do Estado do Piauí onde o foco principal é o artesanato.

Em 2017 foi comercializado mais de RS 50 mil, em 2018 as expectativas foram superadas, chegando a comercializar R$ mais de 68 mil reais em dois dias de feira.

No ano passado foi feita uma homenagem temática a Batalha do Jenipapo, e este ano o tema visa enaltecer Campo Maior.

EXPECTATIVA DOS ARTESAOS

Para os artesãos Valdenir Monteiro e Monteiro e Nenê Artes, a feira representa uma oportunidade para eles produzirem, melhorar a qualidade da produção, tornar o trabalho deles conhecidos e comercializarem mais suas produções.

"É minha primeira vez que estou participando do amorarte. O projeto apresentado no lançamento foca no artesanato local que busca valorizar a criatividade, a identidade local proporcionando a capacitação aos artesãos. Minhas expectativas são as melhores em relação ao Amorarte. Estou muito ansiosa para apresentar meu trabalho em arte em crochê aos visitantes das feira e a mídia que cobre o evento. Já no lançamento, recebi um ótimo retorno dos participantes em relação as minhas peças, onde já recebi encomendas no próprio lançamento. Há mais ou menos a 1 ano faço gurumim, uma técnica japonesa que utiliza o crochê para faze animais, plantas, comidas e outros objetos com características humanas. Nas minhas peças uso fio 💯 algodão, olhos com travas e enchimento antilaergico. Estás podem ser lavadas. Vejam meu trabalho no Instagram: @artzarum Facebook: zarum" - Doraneide Costa Rodrigues

 

Texto e fotos - Valdamir Alvarenga