trilhaunook

ESTADUAL

 

00673

Um dos primeiros atos do recém empossado presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins foi revogar a discutida e combatida Gratificação Especial de Trabalho instituída por Erivan Lopes. A medida gera uma economia de pelo menos R$ 140 mil ao mês.

A decisão já saiu no Diário da Justiça desta segunda-feira(07), sendo a sua a primeira medida de contenção de despesas que marcará a gestão do desembargador Sebastião.

A Gratificação por Condição Especial de Trabalho provocava um aumento médio de R$ 150 mil ao mês. Mas o desembargador consorciou. Pode ser restabelecida após avaliação do impacto da medida.

45812

762 polícias militares do Piauí são locados em órgãos públicos no Piauí. 500 deles devem retornar às ruas para reforçar o efetivo. Entretanto, não há uma data prevista para isso acontecer.

De acordo com matéria da TV Meio Norte, o Comando Geral da Polícia Militar do Piauí elabora a proposta que deve ser encaminhada à Assembleia Legislativa, logo após a volta do recesso. O retorno dos PMs que fazem, atualmente, a segurança dos órgãos públicos para as ruas foi anunciada nesta terça-feira (01/01) pelo governador Wellington Dias.

Só no Tribunal de Contas do Estado são 44 PMs a disposição do órgão, no Tribunal de Justiça são 124, na Assembleia Legislativa são 109, na Secretaria de Assistência Social são 70 e na Secretaria de Justiça são 150.

Antes de deixar os órgãos públicos, os 500 policiais militares, muitos deles locados nesses locais há mais de 10 anos, terão que passar por um novo treinamento. Ou seja, será preciso que eles aperfeiçoem as técnicas de tiro e abordagem.

O comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Lindomar, conta que os órgãos públicos não ficarão prejudicados. Caso for necessário mais policiamento, os gestores poderão solicitar ao governo a presença dos policiais da reserva, que são cerca de 80 atualmente. "Nós temos um contingente enorme ainda na reserva, que está apto a trabalhar. E como se tratar de um trabalho mais patrimonial, de vigilância, de guarda fixa, não há nenhuma dificuldade de ser realizado pela reserva. Até porque a Lei permite", disse o comandante.

3434556554

O Governo do Estado lançou o calendário de pagamento da folha de servidores estaduais referente a dezembro de 2018 e todo o ano de 2019. A nova tabela traz algumas novidades, a começar pelo pagamento do último mês de 2018, que teve suas datas alteradas em relação ao que havia sido divulgado previamente, agora já seguindo o modelo adotado para 2019: com maior espaçamento entre as datas de recebimento e redução das faixas salariais.

Desta forma, a primeira faixa a ser paga no mês corrente (servidores que ganham até R$ 1.200,00) ocorrerá no dia 28 deste mês. No dia 10 de janeiro, recebem os servidores que ganham entre R$ 1.200 e R$ 1.800. Em seguida, é a vez de quem ganha entre R$ 1.800 e R$ 3.000. Servidores que recebem acima de R$ 3.000, serão remunerados no dia 18 de janeiro.

Desta forma, a partir deste mês, o calendário de pagamento passa a ter quatro faixas salariais e não mais as 11 adotadas para 2018.

O objetivo é adequar o pagamento da folha de servidores à entrada das principais receitas do Estado, evitando problemas e garantindo o salário dos servidores de forma integral. “Nós construímos a folha de pagamento obedecendo o fluxo de receita. As principais entradas no caixa do Estado dizem respeito ao arrecado com ICMS, que entra nos caixas estaduais por volta do dia 15, e o Fundo de Participação dos Estados (FPE), que é contabilizado nas contas do Governo nos dias 10, 20 e 30 de cada mês”, explica o secretário estadual de Administração, Ricardo Pontes.

Ainda de acordo com o secretário, a medida foi tomada levando em consideração as possíveis dificuldades enfrentadas pela economia nacional em 2019.

Confira a tabela:

687877

 

 

76561

Descentralizar serviços essenciais à população foi uma das metas do Governo do Estado para ampliar os aparelhos de saúde pública, fazendo chegar atendimento de média e alta complexidade em todas as microrregiões, beneficiando um maior contingente de pessoas e reduzindo número de transferências para capital.

Dentro do programa de ampliação dos serviços, o Hospital Regional Tibério, Nunes, no município de Floriano foi contemplado com a implantação do sistema de telemedicina, que permite aos pacientes das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) serem atendidos por profissionais do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, através de vídeo conferências.

O hospital também foi contemplado com um posto de coleta de leite humano e a implantação dos serviços de neurocirurgia e videolaparoscopia. As novas modalidades também foram expandidas para os hospitais regionais de Parnaíba e Luzilândia e Hospital da Polícia Militar, em Teresina.

“Também foram implantados atendimento de hemodiálise nas cidades de Piripiri e Oeiras; urgência cardiológica (cateterismo e implantação de stand), além da agência transfusional, em Parnaíba”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, enumerando ainda a criação de novos leitos em Parnaíba, Floriano, Picos, Corrente, Bom Jesus e Luzilândia e 14 novos leitos para obstetrícia em Esperantina.

Foram construídas também dois centros cirúrgicos em Floriano e Parnaíba, bem como duas unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Oeiras e São Raimundo Nonato.

Aumenta o número de UTIs

Em Parnaíba, o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) dispõe hoje de 10 leitos de UTI para adultos, 10 leitos de UTI Neonatal e 10 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN).