trilhafull

ESTADUAL

 

676767

Um acidente envolvendo um carro de funerária, que fazia um translado de corpo de estado da Bahia para a Teresina foi registrado na BR 407. Segundo informações de uma testemunha, o fato aconteceu a cerca de 5 km da cidade de Jacobina do Piauí, quando o motorista, ao passar por um buraco, perdeu o controle do veículo e capotou. Com o impacto, o caixão foi lançado para fora do veículo. O motorista, que não foi identificado, sofreu apenas ferimentos leves.

Este não é o primeiro caso de acidente causado por conta de buracos na estrada. As péssimas condições de trafegabilidade na BR, principalmente no trecho que liga as cidades de Jaicós, Patos, Jacobina e Paulistana, vem causando constantes prejuízos e transtornos.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT), do Piauí, iniciou a operação tapa buracos, mas a obra, só chegou a ser feita em alguns trechos, ainda na cidade de Jaicós.

Com informações do Cidades na Net

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) abriu concurso público com a oferta de 26 vagas de níveis médio e superior, além de formação de cadastro de reserva.

O Órgão pretende selecionar Analistas Ministeriais nas áreas de Engenharia Civil, Processual, Saúde e de Tecnologia da Informação. Para concorrer, é preciso ter diploma de conclusão de graduação de nível superior de acordo com o exigido pelo cargo, além de outros requisitos previstos no edital da seleção. A remuneração é de R$ 6.241,11, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais.

concurso publico dicas

Já para nível médio, o cargo de Técnico Ministerial, Área Administrativa, requer certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente. A remuneração é de R$ 4.023,03, para 30 horas semanais de jornada de trabalho.

INSCRIÇÕES – O prazo para confirmar a participação no certame estará aberto entre 18 de julho e 6 de agosto, apenas pelo site da banca organizadora a CEBRASPE/CESPE. A taxa de inscrição varia: R$ 110,00 para nível superior e R$ 90,00 para nível médio.

A seleção será realizada em duas fases: provas objetivas, para todos os candidatos, e prova discursiva somente para aqueles que concorrerão aos cargos de nível superior. As etapas serão realizadas na data provável de 23 de setembro, em Teresina (PI).

Os candidatos nomeados poderão ser lotados em quaisquer órgãos, de execução e auxiliares, do MPPI.

Confira o edital

SERVIÇO
Concurso:
 Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI)

Cargos: Analista Ministerial e Técnico Ministerial
Remunerações: R$ 6.241,11 (Analista) e R$ 4.023,03 (Técnico)
Vagas: 26
Inscrições: entre 18 de julho e 6 de agosto
Taxas: R$ 110,00 (Analista) e R$ 90,00 (Técnico)
Provas: 23 de setembro

Com informações do MP-PI

Uma pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou que 88,39% dos municípios do Piauí não possuem planejamento para gestão de risco e prevenção de desastres naturais. O índice é o mais alto entre os estados do Brasil, que tem média de 59,4%.

A Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC) foi divulgada nesta quinta-feira (05) e realizada em todos os estados com dados de todos os municípios do Brasil referentes ao ano de 2017.

eca19491dfe4b4774e2539c670d79886

O dado referente a desastres naturais mostra uma realidade já vivenciada em alguns municípios que passaram recentemente por alagamentos. Outros sofrem com efeitos da estiagem prolongada e dependem diretamente de ajuda dos governos estadual e federal.

Os dados referentes aos municípios do Piauí também mostram que somente 13,8% dos municípios do estado declarou ter recursos financeiros para tratar questões de meio ambiente, índice baixo se comparado com a média nacional que é de 37,9%.

O estado não deixou a desejar somente nestes índices. Na análise do IBGE a preocupação  das prefeituras com a agropecuária também figura bem abaixo da média nacional. No levantamento, somente 18,75% das prefeituras dizem ter um órgão responsável pela assistência técnica/extensão rural aos produtores. No Brasil, a média entre os municípios de todos os estados é de 45,27%.

Segundo o IBGE, a pesquisa configura-se como ferramenta apropriada para o levantamento de dados que permitem o monitoramento e a avaliação de políticas locais, reforçando o objetivo de construção de uma base de informações municipais de qualidade. Mais detalhes AQUI.

Com informações CV

Moradores do bairro Junco acionaram a Polícia Militar e Vigilância Sanitária após encontrarem uma cápsula abandonada em um ferro-velho. Com suspeita de radioatividade, o material precisou ser isolado para que fosse solicitada uma inspeção antes de ser manipulado.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Sanitária de Picos, Rita de Cássia, a população temia um acidente radioativo no município, semelhante ao que aconteceu em Goiânia – o acidente de Goiânia, ocorrido em 1987, começou quando uma cápsula de chumbo contendo por volta de 20 gramas de cloreto de césio-137 (CsCl) foi removida de um aparelho de radioterapia abandonado. Foi considerado o maior acidente radioativo do Brasil e o maior do mundo fora de usinas nucleares.

2

“Essa denúncia chegou através da população do Junco que ficou muito apavorada, já lembrando do incidente de Goiânia. Então nós entramos em contato com a Vigilância Estadual, com a doutora Tatiana e ela nos mandou uma resolução de 2013, onde nos dizia que a única [máquina] aqui no Piauí que tem problema em relação a ser muito grave a radioatividade, é só no aparelho que nós temos no Hospital São Marcos em Teresina”.

A coordenadora disse ainda que foi solicitado um laudo da empresa responsável pela fabricação do aparelho, da marca Phillips, para certificar que ele não oferecia riscos.

Rita de Cássia afirmou que, após a confirmação de que não haveria riscos, através de uma declaração técnica de segurança e estabilidade, a cápsula pôde ser manipulada pelo dono do ferro-velho. Segundo ela, este era um aparelho de ressonância magnética que foi descartado por uma clínica de Picos, cujo material era composto apenas por aço, cobre e alumínio.

Com informações MN