trilhaoutubro2018

ESTADUAL

 

Em áudios que circulam nas redes sociais, caminhoneiros de todo o país estariam convocando a categoria para uma nova paralisação, que pode ter início neste domingo (03).  No Piauí, os caminhoneiros da região de Uruçui, que cruzaram os braços durante o primeiro protesto, dizem que não irão aderir à possível segunda paralisação. Há a suspeita que o movimento não passe de Fake News. 

De acordo com a recente convocação dos líderes do movimento nacional, a reclamação é que nem todos os postos do país estariam respeitando o acordo feito com o Governo Federal, para reduzir o preço do óleo diesel em R$ 0,46. Se a redução esperada não ocorrer até amanhã, a greve pode retornar.

b14cfe399da163aef1b38bc33b126bfe

Segundo Francisco Borges, que trabalha com fretes na região de Uruçui, não há mobilização para uma nova greve. Ele diz que a categoria estaria satisfeita com a redução do frete e do valor do diesel na bomba. Para ele, é muito difícil que os caminhoneiros do Piauí participem do movimento.

Francisco avalia que se houver a paralisação nacional, no Piauí eles devem ficar em casa. “Estamos sabendo pela mídia e por conversas nas redes sociais. Mas não há mobilização. Eu acho muito difícil parar novamente aqui. O movimento de agora parece que é mais para baixar o preço da gasolina. Acho que a população não consegue fazer a mesma articulação dos caminhoneiros. É mais difícil. Acho que se for ter alguma greve, os caminhoneiros da região vão preferir ficar em casa. Não vão para as ruas. Não tem movimentação para se iniciar uma nova greve. Não sabemos se é verdade ou não”, destacou em entrevista ao CidadeVerde.com.

Com relação ao acordo firmado com o governo do presidente Michel Temer (MDB), ele diz que parte da categoria está satisfeita. “Para o caminhoneiro ficou melhor. Só em saber qual vai ser o valor do diesel e do frete já ajuda muito. Muitos retornaram para casa e estão esperando que o mercado volte ao normal. Vamos aguardar”, afirmou.

Para o Governo Federal, a convocação para a segunda greve não passaria de Fake News. O governo prepara um plano de segurança para identificar os autores das possíveis notícias falsas com relação a uma nova paralisação.  Os caminhoneiros esperam que até amanhã já estejam em vigor medidas como a reserva de 30% de frete na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para caminhoneiros autônomos, e a tabela de preço mínimo para o frete. O desconto de R$ 0,46 por litro de óleo diesel deve chegar às bombas de combustível até segunda-feira (04). 

Com informações cv

No oitavo dia hoje (28) da paralisação dos caminhoneiros falta combustível no aeroporto de Teresina, segundo informou a Infraero. Dos 54 aeroportos administrados pela empresa, além do Petrônio Portela, falta combustível em pelo menos mais sete:  São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE) e João Pessoa (PB).

aeroporto de teresina petroni

A Infraero informou que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais. A recomendação é de que os passageiros procurem as companhias para consultar a situação de seus voos.

Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

A Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem o planejamento de voos para definir a melhor estratégia de abastecimento, de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino.

De acordo com a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

Com informações CV

Um funcionário de uma pastelaria no Centro de Teresina foi morto na tarde desta segunda-feira (21) após desentendimento por causa de lanche. 

Emanoel de Sousa Xavier foi esfaqueado e morto na pastelaria, localizado na rua Álvaro Mendes, Centro de Teresina. Segundo a Polícia Militar, a vítima morava em uma quitinete nos fundos da pastelaria há 22 anos onde trabalhava fazendo limpeza e como vigia. Uma discussão por causa de lanches teria sido a motivação do crime. A Polícia informou que o funcionário teria parado de fazer as doações dos alimentos e motivou a briga. 

3d2addbb92e71caf47584ed80322b6df 1

O suspeito, de acordo com a polícia, foi identificado como Francisco Leandro dos Santos, de 27 anos. Ele estava morando em outra quitinete no local há três meses. As  informações do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM) são de que a vítima foi esfaqueada enquanto descansava após o almoço. 

"O que a gente apurou até agora é que o Emanoel estava deitado depois do almoço e foi esfaqueado. Ele ainda levantou e correu  para a pastelaria onde caiu e foi a óbito", disse o tenente-coronel Hélio Henrique, do 1° BPM.

O suspeito foi preso em flagrante na avenida José dos Santos e Silva e levado para a Central de Flagrantes. A PM ainda não tem informações sobre o que teria motivado o crime. 

De acordo com o delegado Jarbas Lima, do departamento de Homicídios, o suspeito confessou o crime e a primeira informação que surgiu, segundo ele, é que a vítima teria parado de doar lanches. "A motivação será esclarecida ao certo ao longo do inquérito policial", disse ao Cidadeverde.com.

Ainda de acordo com o delegado, o autor do crime alegou legítima defesa e que a vítima tentou furar seu olho. "Ele confessou o crime alegando legítima defesa, de que a vítima tentou agredi-lo, furar seu olho e chutar  suas partes  íntimas, mas isso não procede. Ele estava sujo de sangue com uma faca, além de R$ 800", afirmou.

O dinheiro, de acordo com o delegado, seria de uma pensão que o suspeito disse que recebe. "Está sendo averiguado se ele sofre de algum distúrbio mental. Ele se diz aposentado", afirmou.

O irmão da vítima, o pedreiro José dos Santos Sousa Xavier, disse que  Emanuel era um homem de bem. “Ele era uma pessoa boa e eu não tenho conhecimento de que ele tivesse desavença com ninguém”, lamentou muito abalado.

Com informações CV

A adolescente Maria dos Milagres dos Santos, de 13 anos, foi morta nesse domingo (20), com um tiro na região do peito dentro de uma residência localizada na Travessa 22, no bairro Bela Vista, em Timon (MA). A suspeita é que a adolescente tenha sido vítima de feminicídio.

O crime ocorreu nas primeiras horas da manhã de hoje e o principal suspeito é o ex-namorado da vitima identificado apenas pelo apelido de “Croácia”. O acusado também é menor de idade.

a1f36a2e8f7cc7ef98475c0a8bcebfa2

Em relato, parentes e amigos de Maria afirmam que o ex-casal protagonizava diversas brigas durante o relacionamento e o menor não aceitava o fim da relação, chegando a fazer diversas ameaças de morte contra a jovem. A suspeita é de que ele tenha invadido a residência armado e efetuado o tiro contra a vítima, que morreu ainda no local.

A investigação do crime vai ficar a cargo da Delegacia de Homicídios.  O acusado pelo crime conseguiu  ainda não foi localizado.

Casos recentes

No final da tarde de quinta-feira (17), uma mulher identificada como Gisleide Alves dos Santos, de 36 anos, foi encontrada morta dentro de sua residência pelo próprio filho no Conjunto Santa Fé, na zona Sul de Teresina.  A doméstica Gisleide Alves dos Santos foi morta com 16 facadas e dois disparos de arma de fogo, um tiro no rosto e outro no ombro. O companheiro da vítima Samuel Lucas Teixeira Araújo foi preso acusado de assassinar Gisleide.

Na última terça-feira (15), a cabeleireira Aretha Dantas Claro, de 32 anos, foi morta dentro do veículo do suspeito de ter cometido o crime, o ex-companheiro da vítima. O crime aconteceu na avenida Maranhão, na Zona Sul de Teresina, onde seu corpo foi encontrado após ter sido esfaqueada 20 vezes,escalpelado e atropelado. O ex-companheiro não aceitava o fim do relacionamento.

Com informações MN