trilhaunook

ESTADUAL

 

bolsa1

O prefeito Professor Ribinha, juntamente com a secretária de Social - Nilzana Gomes fizeram na noite desta terça-feira, 19.03 o lançamento da 3ª Edição da AMORARTE - Feira de Artesanato de Campo Maior, que acontecerá dias 2 e 3 de agosto.

O tema da feira nesta edição é: " Bem vindo a nossa terra". "O tema visa enaltecer Campo Maior com suas potencialidades culturais, naturais e turísticas", destacou a secretária.

O prefeito Professor Ribinha parabenizou toda a equipe da SEMAS, saudou todos os parceiros, os empresários por estarem presentes ao lançamento, que segundo ele, a cada ano ganha maior proporção no senario regional.

"Eu sou muito grato por todos vocês participarem porque trata-se de um investimento para nossa cidade e para o nosso povo", falou, refletindo que a AMORARTE é um evento que deu certo e faz parte do calendário das atividades culturais da cidade.

A apresentação do projeto foi feita pelo publicitário Wellington Coelho, que desde a primeira edição vem pensando os temas juntamente com a secretária Nilzana e sua equipe.

O lançamento da Feira acontece no Salão do Centro de Convivência do Idoso e contou com a presença de secretários municipais, vereadores, a representantes do Banco do Nordeste (Crediamigo) Tânia Cristina e LeideO Marcia e populares.

O objetivo da Feira é desenvolver, valorizar e fomentar o trabalho dos artesãos de Campo Maior é região. A AMORARTE é a primeira iniciativa do Estado do Piauí onde o foco principal é o artesanato.

Em 2017 foi comercializado mais de RS 50 mil, em 2018 as expectativas foram superadas, chegando a comercializar R$ mais de 68 mil reais em dois dias de feira.

No ano passado foi feita uma homenagem temática a Batalha do Jenipapo, e este ano o tema visa enaltecer Campo Maior.

EXPECTATIVA DOS ARTESAOS

Para os artesãos Valdenir Monteiro e Monteiro e Nenê Artes, a feira representa uma oportunidade para eles produzirem, melhorar a qualidade da produção, tornar o trabalho deles conhecidos e comercializarem mais suas produções.

"É minha primeira vez que estou participando do amorarte. O projeto apresentado no lançamento foca no artesanato local que busca valorizar a criatividade, a identidade local proporcionando a capacitação aos artesãos. Minhas expectativas são as melhores em relação ao Amorarte. Estou muito ansiosa para apresentar meu trabalho em arte em crochê aos visitantes das feira e a mídia que cobre o evento. Já no lançamento, recebi um ótimo retorno dos participantes em relação as minhas peças, onde já recebi encomendas no próprio lançamento. Há mais ou menos a 1 ano faço gurumim, uma técnica japonesa que utiliza o crochê para faze animais, plantas, comidas e outros objetos com características humanas. Nas minhas peças uso fio 💯 algodão, olhos com travas e enchimento antilaergico. Estás podem ser lavadas. Vejam meu trabalho no Instagram: @artzarum Facebook: zarum" - Doraneide Costa Rodrigues

 

Texto e fotos - Valdamir Alvarenga

 

212134343333788345411

Professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) deflagraram greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (18). Os docentes reivindicam, entre outros pontos, o cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da categoria, reposição de perdas salariais e a realização de um novo concurso.

"Nossa lei já diz que a gente tem que ter 1.700 professores. Nós temos hoje só 1.100, ou seja, um déficit de 600. Portanto, o concurso tem que ser imediato", disse Antônio Dias, coordenador de Comunicação da Associação de Docentes da Universidade Estadual do Piauí (ADCESP).

A categoria aponta ainda problemas relacionados a suspensão de monitorias, cancelamento de editais para bolsas de pesquisas e demissão de terceirizados.

Por meio de nota, a Universidade Estadual do Piauí, informou que já foi notificada oficialmente e que a administração superior prontamente entrou em contato com o Governo do Estado com a finalidade de agilizar os encaminhamentos.

"A instituição acha legítima as reinvindicações da categoria, ao tempo em que entende a atual situação financeira do estado, reforça ainda que está empenhada em contribuir com a mediação entre a Associação de Docentes da Uespi(ADCESP) e o Governo do Estado", informou a nota.

O período letivo na Uespi iniciou há apenas uma semana.

89998999

Ondas de 3 metros de altura devem invadir o litoral piauiense novamente. A Capitania dos Portos alerta banhistas, pescadores, esportistas e pilotos de embarcações para a possibilidade de ressaca no mar, fenômeno caracterizado pelo movimento anormal das ondas.

"A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania, lançou uma nota à imprensa de aviso de ressaca em virtude da passagem de um sistema frontal pelo hemisfério norte que provocou a incidência de ressaca com ondas de até 3 metros de altura. Isso é importante para aquele navegador, pescadores ou aqueles que são da área de esporte e recreio, os amadores para que eles tomem das devidas precauções", disse Fragata Dante, capitão dos Portos do Piauí.

Na semana passada, ondas da mesma proporção deixaram um rastro de destruição em Luís Correia. Proprietários de donos e restaurantes ainda estão assustados com a força da maré e temem novos prejuízos. O coeficiente de marés, que mede o nível de segurança, chegou a 111 em uma escala máxima de 120.

Para a segunda-feira de Carnaval (04), o coeficiente previsto é de 74 e no dia seguinte de 80.

"Trabalharemos diuturnamente no período de Carnaval. Vamos trabalhar sempre buscando a segurança da navegação para que a população fique bastante tranquila", completa o capitão Fragata Dante.

8988443555

Dados atualizados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) analisados na terça-feira, 19 de fevereiro, mostram que subiu o número de municípios piauienses que enfrentam graves problemas relacionados ao crack, chegando a 24. Além disso, o relatório reverbera que outros 62 já possuem problemas médios com a droga. No ano passado, 21 entes tinham informando dificuldades graves.Houve um acréscimo no comparativo anual.

A luta dos gestores é para combater a expansão do consumo do crack, que causa sérios prejuízos à saúde pública. Neste sentido, há o indicativo para a realização de uma Semana Estadual de Enfrentamento e Combate ao Crack, já disciplinada em lei; com a idealização de indicativos para conscientizar a população sobre esse tipo de droga que destrói parte das famílias piauienses.

O crack é considerado o ‘mal do século’, para isso outras estratégias têm sido adotadas para auxiliar na disseminação de seu uso, como por exemplo com as comunidades Terapêuticas (CT), que são modelos residenciais de tratamento para dependência química de substâncias psicoativas e que utilizam como método a vivência em uma cultura saudável, permeada por uma rotina de trabalho, no sentido de promover responsabilidade social e/ou ambiental, objetivando o tratamento.

Os municípios mais afetados pela droga são: Baixa Grande do Ribeiro, Monte Alegre do Piauí, Morro Cabeça no Tempo, Fartura do Piauí, Paulistana, Santa Cruz do Piauí, Colônia do Piauí, Paquetá, Picos, Francisco Santos, São José do Piauí, Campo Grande do Piauí, Guadalupe, Amarante, Francinopólis, Palmeirais, São Pedro do Piauí, Altos, Campo Maior, Barras, Porto, Esperantina, Cocal e Bom Princípio do Piauí.