trilhaunook

GERAL

2121800

Roberto Carlos, 77, que surpreendeu ao aparecer na coletiva de imprensa de seu cruzeiro Emoções em Alto Mar usando uma camisa rosa, na tarde deste domingo (17), não fugiu nem das perguntas mais espinhosas dos jornalistas.

Questionado sobre a sua opinião sobre a flexibilização do porte de armas, ele disse que provavelmente decepcionaria algumas pessoas.

"Vivemos uma guerra com um lado armado e outro desarmado que é o nosso. Mas para se ter uma arma é preciso critérios muito rígidos."

Ele contou que seu pai tinha uma arma em casa e essa era a forma dele de proteger a família. O objeto ficava trancado em uma gaveta.

O cantor também fez um balanço do projeto Emoções em Alto Mar, que está em sua décima quinta edição.
"Esses quinze anos foram maravilhosos. Esse projeto realmente me dá muito prazer em fazer. Só tenho a agradecer ao público que me prestigia e que me acompanha. Trinta por cento das pessoas que estão aqui já vieram outras vezes. São muito fieis."

O rei também comentou sobre o look usado no evento, que aconteceu no Rio.

"Estou tentando fugir um pouco do azul porque já estava enjoando, e estou vestindo rosa porque me garanto muito como homem."

Muito assediado pelo público feminino, o cantor garantiu que "seu coração está aberto".

0543

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (14/02) a Operação Pavilhão que visa desarticular grupo criminoso especializado em lavagem de dinheiro, cujo foco é compra e revenda de veículos automotivos. O crime antecedente é agiotagem e financiamento ao tráfico de drogas.

Segundo a Secretaria de Segurança do Piauí, um dos suspeitos foi denunciado por financiamento ao tráfico no dia 1º de novembro de 2017 e naquela época durante o cumprimento de mandado foi preso em flagrante delito por posse de arma de fogo.

Na operação desta quinta-feira, também foi presa outra pessoa suspeita de fazer parte do esquema criminoso de lavagem de dinheiro.

As investigações relacionadas à operação começaram pela DEPRE, cujo titular do procedimento era o delegado Matheus Zanatta, hoje Gerente de Polícia Especializada. Naquela oportunidade, foram pedidos e concedidos mandados de busca e apreensão veicular de 40 veículos que estão com restrição, estando impedidos de circular.

O trabalho agora é apreender estes veículos. Quem os detiver deve imediatamente entregá-los no prédio sede da Delegacia Geral de Polícia Civil.

Participam da operação a Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-DEPRE, DECCOTERC e Diretoria de Inteligência da SSP-PI. A ação coordenada pela Gerência de Polícia Especializada-GPE conta também com o apoio da SEFAZ-PI.

 

8989444

O jornalista, apresentador e radialista Ricardo Eugênio Boechat morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), aos 66 anos, em São Paulo. O jornalista estava em helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via. O piloto também morreu no acidente.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro (leia mais abaixo).

Boechat estava dando uma palestra em Campinas, no interior do estado, e retornava a São Paulo nesta segunda, de acordo com jornalistas da TV Band.

O jornalista da TV Band, José Luiz Datena, anunciou a morte do colega às 13h51 durante programação da emissora.

"Com profundo pesar, desses quase 50 anos de jornalismo, cabe a mim informar a vocês que o jornalista, amigo, pai de família, companheiro, que na última quarta, que eu vim aqui apresentar o jornal, me deu um beijo no rosto, fingido que ia cochichar alguma coisa, e, no fim, brincalhão como ele era, falou: “É, bocão, eu só queria te dar um beijo". Queria informar aos senhores que o maior âncora da televisão brasileira, o Ricardo Boechat, morreu hoje num acidente de helicóptero, no Rodoanel, aqui em São Paulo. Ele foi a Campinas fazer uma palestra e o helicóptero que ele estava não chegou ao seu destino, que era o heliporto da Band. Ele caiu no Rodoanel e bateu num caminhão e as pessoas, segundo informações iniciais, teriam morrido na hora".

43432

Em Teresina nesta sexta feira (8) a deputada federal Joice Hasselmann (PSL) afirmou que o seu partido vai trabalhar para “despetizar” o Nordeste, criando projetos e políticas dignas para a população que gerem emprego e renda. Casada com um médico piauiense, a parlamentar está na capital de férias e deu entrevista coletiva na tarde de hoje na residência dos sogros, na zona Sul.

Sobre a presidência de Jair Bolsonaro (PSL), Joice avalia como positivo o início da gestão. Ela diz que ele irá promover transformações a nível de gestão, embora ainda esteja havendo nesse início de mandato alguns ajustes.

“A nossa missão é ‘despetizar’ o Nordeste. O povo tem que parar de ser chantageado pelo governo do Piauí. Porque o que eles falam é que se não votar no PT, vai acabar o bolsa família e as pessoas não vai mais ter auxílio do governo”, destacou.

Joyce afirmou também que assumirá o diretório nacional do PSL mulher na próxima semana.

A deputada voltou a chamar a vice-governadora Regina Sousa (PT) de “semi-analfabeta”. A então senadora processou Joice por ela ter publicado um vídeo em que dispara ataques e xingamentos contra Regina.

“Uma tristeza, uma tragédia eu fico muito envergonhada pelo Piauí, porque eu vejo um governo envolvendo a vice governadora e o governador também. O Piauí merece gente decente, gente que dê orgulho a esse povo, merece políticos melhores nós não podemos ficar subjugados a esses políticos que se acham acima de tudo e de todos, que se acham deuses eles não tem o pé no chão. Continuo com a mesma posição acho sim que a vice-governadora é uma anta semi-analfabeta que não representa o bom povo desse Piauí”, reiterou.

paraiba60pronto