trilhafull

GERAL

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem de 37 anos acusado de estuprar a própria avó de 59 anos. O crime aconteceu em 2003 na cidade de Floriano, no Sul do Piauí, e o mandado é de 2010. De acordo com a PRF, o homem foi preso na tarde da última quarta-feira (7) após agentes consultarem o sistema e descobrirem que ele tinha mandado de prisão expedido desde 2010.

homemprf

Segundo consta no mandado de prisão, o homem teria violentado a avó depois de ingerir bebida alcoólica. Na época, o suspeito não foi preso em flagrante tendo sido condenado em julgamento realizado em 2010. O homem foi condenado à pena de reclusão de seis anos, pena essa nunca cumprida pelo foragido.

Segundo a polícia, não seria a primeira vez que homem teria violentado uma mulher, já que antes de estuprar a avó, ele teria tentado atos sexuais forçados contra sua própria tia.

O home foi descoberto quando transitava na BR-230 numa motocicleta, a PRF consultou a placa do veículo e após descobrir o mandato de prisão iniciou diligências no intuito de capturar o foragido e cumprir a ordem judicial, conseguindo capturá-lo nas imediações do cemitério público da cidade de Floriano.

O homem disse para a PRF que desconhecia o mandato de prisão. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Floriano para a realização dos procedimentos cabíveis.

Com informações G1

O vigilante Edgar de Oliveira Tuxen, de 34 anos, morreu após ser golpeado com um facão pela ex-mulher, a vendedora Janaína Amaral Barros, de 31, em Bertioga, no litoral de São Paulo, no sábado (4). Um dos filhos do casal, de 13 anos, flagrou o crime. A indiciada foi presa no mesmo dia após fugir da cidade.

O homicídio ocorreu na residência do vigilante, localizada no bairro Chácara Vista Linda. Conforme informações da Polícia Civil, o casal, que possui três filhos, estava separado em razão de brigas constantes. O adolescente morava com o pai, enquanto a mãe vivia em Itaquaquecetuba, na região metropolitana.

mulhermarido

A vítima foi surpreendida pela ex-mulher, que invadiu a casa com um facão de peixe escondido sob a roupa. O adolescente estava em um córrego localizado em frente ao imóvel quando viu a chegada mãe e tentou alertar o pai. Na frente do filho, Edgar recebeu um único golpe de faca no peito e caiu no chão em seguida.

Janaína foi flagrada pelo filho fugindo do local. O adolescente acionou o avô, que trabalha em um condomínio nas proximidades, e com ajuda de vizinhos levou o pai até o Hospital Municipal de Bertioga. O vigilante, apesar de atendido pelos médicos, morreu em razão do grave ferimento próximo ao coração.

Mais tarde, equipes da Polícia Militar da Grande São Paulo conseguiram localizar a vendedora, que acabou presa em razão do crime e levada à cadeia pública. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da região, e o velório e o enterro aconteceram neste domingo (4), também em Bertioga.

Fonte: G1

O vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho, de 51 anos, será solto nesta sexta-feira 02/03, após passar quase um ano preso de forma injusta. Ele foi condenado a 27 anos de prisão por abusar sexualmente dos filhos quando as vítimas tinham apenas 8 e 6 anos.

paiestup

A condenação se veio após o depoimento dos filhos que depois afirmaram que foram obrigados a mentir sobre os abusos para prejudicar o pai, que estava separado da mãe. Atercino está preso na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Atercino e a mulher se separaram em 2002 e os filhos Andrey e Aline ficaram sob a guarda da mãe, que foi morar na casa de uma amiga. Lá, os irmãos contam que sofriam maus tratos e fugiram de casa. Eles moraram em orfanato e quando saíram procuraram pelo pai e começaram uma batalha para provar a inocência dele.

Em 2012, Andrey registrou em cartório uma escritura de declaração em que afirmava que nunca havia sofrido abusos por parte do pai. "Eu, quando criança, era ameaçado e agredido para mentir sobre abusos sexuais."

Aline e Andrey estão ansiosos com a saída do pai
Aline e Andrey estão ansiosos com a saída do pai
Aline e Andrey estão ansiosos com a saída do pai
Com informações G1

Um homem identificado como Ailton Pereira da Silva, 36 anos, que foi assassinado a tiros pelo seu vizinho em um bar no município de Curimatá, Sul do Piauí, morreu por causa de uma dívida de R$ 10, segundo informou, nesta quarta-feira 21/02, o delegado Yure Saule.

homemtc

Segundo o delegado, testemunhas contaram que a vítima devia o dinheiro para o suspeito e que os dois bebiam junto quando discutiram por causa da dívida e, logo em seguida, aconteceu o crime.

O assassinato aconteceu no último domingo 18/02 e, Ailton Pereira, foi alvejado com pelo menos dois tiros na região do tórax, segundo informou o delegado.

A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas morreu antes de chegar ao hospital.

A Polícia está realizando diligências para encontrar o suspeito de cometer o crime que continua foragido.

Com Informações MN

paraiba60pronto