Trilha JONAS 01112017

GERAL

6001

O horário de verão pode estar com os dias contados.

Segundo o site de Veja, o assunto vem sendo discutido pelo Ministério da Casa Civil, com base em estudo feito pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico, que trata sobre a viabilidade de manter o horário de verão.

A previsão é de que, se mantido, o horário de verão inicie no próximo dia 15 de outubro.

Em vigor desde 1931, a alteração em uma hora nos relógios visa distribuir melhor o consumo de energia no país.

Nesta época do ano é maior o período de luminosidade natural, e com isso a necessidade de uso de alguns aparelhos reduz, diminuindo a demanda no sistema elétrico.

Para os piauiense, não há mudança nos relógios, mas todos serviços bancários, postais, voos e concursos federais, por exemplo, seguem no horário de Brasília.

O Corpo de Bombeiros Militar (CBMEPI) do Estado do Piauí pretende contratar 110 profissionais de Nível Médio para o cargo de Soldado BM por meio de Concurso Público. A organizadora do concurso público é o Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), da Universidade Estadual do Piauí (Uespi).


Há oportunidades para o sexo masculino (100) e para o sexo feminino (10), sendo que a lotação pode ocorrer em qualquer Organização Bombeiro Militar (OBM) do Piauí e as funções devem ser exercidas mediante remuneração de R$ 3.100,00. Como método de avaliação haverá Prova Objetiva e Escrita Dissertativa, previstas para serem aplicadas no dia 19 de novembro de 2017, Exame de Saúde, Teste de Aptidão Física, Exame Psicológico e Investigação Social.

bombeiros


Os participantes classificados devem realizar o Curso de Formação de Soldados (CFSd BM) que pode ser efetuado em tempo integral, com regime de dedicação exclusiva e com atividades internas e externas, inclusive aos sábados, domingos e feriados. As inscrições custam R$ 70,00 e devem ser feitas pelo endereço eletrônico nucepe.uespi.br das 12h do dia 18 de setembro às 13h de 6 de outubro de 2017, observado o horário oficial do Piauí.



Com Informações PCI Concursos

890012

Na manhã, (13) a Assembleia legislativa realiza Sessão solene para debater assuntos relacionados ao suicídio no Estado do Piauí. A proposta é do deputado Francis Lopes (PRP) e recebeu assinatura do deputado Dr. Hélio (PR). O suicídio é a terceira maior causa de morte entre os jovens no Brasil.

O parlamentar atendeu solicitação de Késia Mesquita, representante do Centro Débora Mesquita, com o objetivo de discutir o crescimento do índice de suicídio no Piauí. O encontro reunirá representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Teresina, além de outros setores da sociedade piauiense.


Participarão dos debates o Secretário de Saúde do Estado, Florentino Neto; Sílvio Mendes,presidente da Fundação Municipal de Saúde a vereadora Teresinha Medeiros, o vereador Joaquim Arroz e o  Carlos Aragão, especialista em suiciologia – polo vida.

Também foram convidados para participar dos debates sobre suicídio José Osmando de Araújo (Núcleo Mais Vida do Grupo Meio Norte), Eduardo Jaison Loureiro Muniz Moita, presidente do Conselho de Psicologia Estadual; Ralph Cavalcante Trajano, Diretor do Hospital Areolino de Abreu, Gisele Martins do Nascimento, gerente de Atenção a saúde mental; Francisco Lucas Costa Veloso, presidente da OAB-Piauí; Eyder Mendes, do Centro de Valorização da Vida; Raimundo Alves, do Grupo de Contato e os representantes de Caps Sul, Norte, Leste e Sudeste.

Piauí – Nos primeiros dias desse ano cerca de 7 pessoas cometeram suicídio em Teresina, outras duas em Agricolândia.  No Brasil a cada 45 minutos, uma pessoa se suicida. Nos últimos dez anos o suicídio vem aumentando. O país é o oitavo do mundo em número de suicídios. Desde 1995 aumentou o número de suicídio entre os jovens. Em São Paulo esses casos se deram na faixa etária de 05 a 44 anos.

900099

O Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA), órgão auxiliar do Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), promoveu, na manhã desta segunda-feira (12), uma reunião insterinstitucional sobre ações de prevenção e combate às queimadas no Estado. A reunião aconteceu na sede do órgão ministerial, localizada na zona Leste de Teresina. Entre os participantes do encontro estiveram representantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hidrícos (SEMAR), da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM), do Corpo de Bombeiros, da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e da Polícia Militar.

A promotora de Justiça Denise Aguiar, coordenadora do CAOMA, expressou preocupação pela chegada de período conhecido como B-R-O-BRÓ (que corresponde aos meses de Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro), no qual são registradas as maiores temperaturas, com maior propensão ao surgimento de incêndios. O titular da 30ª Promotoria de Justiça de Teresina, Sávio Carvalho, afirmou que o Ministério Público busca atuação preventiva quanto ao avanço das queimadas nesse período, e que nos próximos três meses é necessário mais do que ações educativas; será preciso desenvolver ações incisivas. O promotor defendeu também a criação de brigadas em todo o Piauí. Em seguida, a promotora Gianny Vieira, que responde pela 24ª Promotoria de Justiça, afirmou ser necessária a divulgação em massa, nos meios de comunicação, da necessidade de prevenção a queimadas; sugeriu a atuação do Ministério Público no sentido de promover a intimação dos Prefeitos Municipais para que organizem a Defesa Civil.

paaibaprontook