Trilha JONAS 01112017

GERAL

9000031

Os oficiais do Corpo de Bombeiros estão calejados de bater na mesma tecla. No período de elevadas temperaturas - o chamado B-R-ó-Bro - o risco de incêndio é iminente, no entanto a população ignora os alertas. Segundo levantamento da corporação, quase 100% das ocorrências de incêndios são intencionais e por isso criminosas. Muitas vezes trazendo estragos irreparáveis. Somente em uma única tarde houveram 10 ocorrências na capital.

As regiões com mais índices de queimadas são nas áreas do Torquato Neto, vila Irmã Dulce, Saci (região da grota), dentro da Universidade Federal do Piauí (principalmente próximo ao setor de esporte e na estação de tratamento de esgoto). Outra região com índice elevado de pedido de socorro é na estrada de José de Freitas.

De janeiro até agosto foram registrados  374 incêndios no Estado. Segundo o relações públicas dos Bombeiros, José Veloso, os horários de maior pico de incêndio é entre 10h e 16h. Ele atribui as constantes queimadas a cultura do piauiense de atear fogo na roça para ajudar na plantação. Outra crítica dos bombeiros e a falta de manutenção em terrenos baldios.

"Há terrenos com mais de 15 ocorrências no mesmo local com fogo intencional", informou Veloso.

Segundo ele, é preciso de uma punição para as pessoas que ateiam fogo e causam estragos pela cidade.

"Temos casos de piromaníaco (indivíduo que é incendiário), mas temos situações de que se faz a prevenção, mas a população ver como uma cantiga de minar. Quase 100% das ocorrência são intencionais e causada pela ação do homem".

De acordo com Veloso, o "fogo no mato" é mais fácil de propagação e difícil de atuação dos bombeiros.

Atualmente os bombeiros trabalham com seis viaturas, incluindo a escala magirus para uma população estimada de 800 mil habitantes em Teresina.

455

O Movimento Vem Pra Rua realizado na tarde deste domingo (03/09), em frente ao prédio do Ministério Público Federal, na Avenida João XXIII, reuniu apenas cerca de vinte pessoas no evento.

A médica Adriana Sousa, organizadora do movimento, diz que a manifestação foi pacifica e o objetivo era prestar apoio ao juiz federal Sérgio Moro e ao Ministério Público Federal, nas investigações da Operação Lava Jato.

“Estamos tratando com um condenado da Justiça, que ainda responde por crimes de corrupção. É necessário que as entidades sejam fortalecidas. Estamos apenas cumprindo nosso papel, de forma ordeira, como cidadão”, disse Adriana Sousa.

90001

A Petrobras vai aumentar o preço da gasolina em 4,2% nas refinarias de todo o país a partir de amanhã (1º), no maior reajuste desde a implantação da nova política de preços há dois meses. Ontem (30), ela já havia anunciado para esta quinta-feira (31) um aumento de 0,5%.

Embora a Petrobras não fale sobre o assunto, a alta está diretamente ligada aos aumentos da cotação dos preços das commodities (minerais, vegetais ou produtos agrícolas), em decorrência da tempestade Harvey, que vem devastando os estados do Texas e de Louisiana, nos Estados Unidos.

Com o aumento que passará a vigorar a partir de amanhã, o preço da gasolina acumula alta nos últimos quatro dias (20 de agosto a 1º de setembro) de 4,7% e o óleo diesel de 4,2%.

Nova política de preços começou em junho
A nova política de preços adotada pela Petrobras foi anunciada em 30 de junho. Naquela dia, a estatal informou que os reajustes teriam mais frequência e poderiam até ser diários, dependendo das oscilações do preço do produto no mercado externo.

Aprovadas pela diretoria executiva, as alterações objetivam dar maior autonomia para a área técnica de marketing e comercialização da estatal visando realizar ajustes nos preços, que podem mudar a qualquer momento, desde que os reajustes acumulados por produto estejam, na média Brasil, dentro de uma faixa determinada (-7% a +7%), respeitando a margem estabelecida pelo Gemp (Grupo Executivo de Mercado e Preços).

No entendimento da Petrobras, com a revisão anunciada, a nova política de preços permitiria maior aderência dos preços do mercado doméstico ao mercado internacional no curto prazo e possibilitaria competir de maneira mais ágil e eficiente, recuperando parte do mercado que a empresa vinha perdendo para os derivados importados.

(Com informações da Agência Brasil)

fol10

O dia do Folclore Nacional foi comemorado na Escola municipal de Campo Maior, Nossa Senhora das Mercês, como uma atividade do sábado letivo, (26.08) reunindo pais e alunos. Foram organizadas apresentações culturais envolvendo diferentes lendas piauienses como a do Cabeça de Cuia, e outras nordestinas e nacional como a do Boi de Parintins, realizada no Estado do Pará (Amazonas).

Foi uma riqueza histórica, com a particição de alunos, sob a coordenação dos professores, que treinaram durante toda a semana. A festa cultural na escola contou com a presença da diretora, Sandra Raquel, servidores e representantes da secretária de Educação Conceição Lima, que não pode comparecer, as professora Meirinha Chaves, Orcélia, Geralda e outros.  A criação da data comemorativa do folclore brasileiro, 22 de agosto, foi uma medida por meio do Congresso Nacional Brasileiro, oficializada em 1965.

fol17

fol8

fol15fol12fol11

fol4

fol2fol6fol5fol7

Por Valdamir Alvarenga

paaibaprontook