trilhaunook

Policial Militar é preso por furtar e adulterar combustível

Um policial militar reformado identificado como Fernando de Oliveira Peixoto, de 57 anos, foi preso por volta das 13h desta quarta-feira (1º) ao ser flagrado furtando e adulterando combustível do Terminal de Petróleo. O suspeito foi preso em casa na companhia de um genro, no bairro Novo Horizonte, zona Sudeste de Teresina.

De acordo com o titular da Delegacia de Combate a Crimes Tributários e Relações de Consumo (Deccortec), o delegado João José Pereira, a prisão foi efetuada após uma denúncia recebida pela Polícia. “Por volta das 10h nós recebemos essa denúncia de que um caminhão abastecido com 15 mil litros havia saído do Terminal de Petróleo e estava indo para o Novo Horizonte, provavelmente para tirar gasolina”, relata o delegado.

70f09ec9 1ba0 4454 b411 24e15b6fb512

Com as informações, uma equipe da Deccortec se deslocou até o local apontado onde ocorreria a retirada e a adulteração do combustível. No local, o PM foi abordado junto com um genro e teria resistido à prisão. No entanto, o suspeito acabou sendo preso em flagrante em posse de mais de 200 litros de gasolina que já haviam sido retirados do caminhão.

Segundo o delegado João José, o policial militar retirava e substituía o produto por água no caminhão e repassavam o combustível furtado para terceiros. Após a ação, os suspeitos substituíam o lacre e vendiam a gasolina adulterada para postos de combustíveis.

A prisão é decorrente de uma investigação realizada há mais de um ano pela Delegacia de Combate a Crimes Tributários e Relações de Consumo (Deccortec). A Polícia Civil instaurou dois inquéritos policiais para investigar o furto e adulteração de combustíveis na capital.

O suspeito foi preso em flagrante e deverá ser autuado pelos crimes de furto qualificado, violação de lacre dos caminhões-tanques, crime de meio ambiente e crimes contra a ordem tributária e ordem econômica.

Com informações ODIA

paraiba60pronto