trilhafull16022018

POLICIAL

 

Será realizada nesta sexta-feira 23/02 a audiência de instrução e julgamento do capitão da Polícia Militar Alisson Watson, acusado de matar a sua então namorada, Camilla Abreu, 21 anos. O crime foi praticado em outubro do ano passado. 

camila abraul

A expectativa da família da jovem é de que a audiência defina que o caso será julgado por júri popular e que Alisson seja condenado com pena máxima.  “Queremos que ele [Alisson] pegue pena máxima para que sirva de exemplo para outros machistas que pensam em fazer o mesmo com suas companheiras”, espera o pai de Camilla, Jean Abreu. 

No início deste mês o Conselho de Justificação da Polícia Militar recomendou a expulsão do capitão Alisson dos quadros da PM. A recomendação foi encaminhada ao poder Executivo e depois deve ser analisada pelo Tribunal de Justiça. 

O pai de Camilla quer a efetivação da expulsão de Alisson da Polícia Militar. Jean Abreu lembra que no sábado (24) a morte de sua filha completa quatro meses e diz que, a cada dia, a saudade da jovem aumenta.  “São quatro meses de muita saudade, muita tristeza e muita dor para a família. Minha filha era muito amada”

A audiência de instrução será realizada a partir das 8h, no 5º andar do Fórum Criminal, pela juíza Maria Zilnar Coutinho.

Relembre o caso

Allisson é acusado de matar a namorada Camilla Abreu a tiros e ocultar o corpo da jovem em um matagal do povoado Mucuim, na zona Sudeste de Teresina. Em depoimento na Delegacia de Homicídios, o  capitão tentou desqualificar a estudante e disse que o assassinato foi motivado por ciúme. 

Com informações CV

O sargento Leônidas, do 2 º Batalhão de Engenharia e Construção - BEC do Exército, baleou nas nádegas Josuel Saraiva Lima, no condomínio Morada Nova, na zona Sul de Teresina. A Polícia Militar informou que o sargento Leônidas reagiu a assalto de seu carro no condomínio Morada Nova.

Josuel Saraiva foi levado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Samu para atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina - HUT.

nadegasban

Com Informações MN

marr

A exemplo do 15º Comando da Polícia Militar em Campo Maior, comandada pelo Major Etevaldo Silva, que preparou um Plano Estratégico para a segurança dos foliões no período do Carnaval 2018 na cidade, e entregou ao prefeito professor Ribinha no carnaval, a Polícia Civil também preparou e lançou nesta quinta-feira (15.02) o Boletim da ação das polícias na festa de 09 a 13 de fevereiro no município. A palavra chave foi de um clima tranquilo com pequenas ocorrências. As polícias Militar e Civil atuam juntas na segurança a população.

Da sexta-feira (09.02), a quarta-feira Santa, o agente da Polícia Civil, Bike Martins, em entrevista a uma emissora de rádio local, destacou que Campo Maior teve um período carnavalesco tranquilo, se comparado a outros locais e outros anos. Segundo ele, a festa ocorre no período compatível ao chuvoso e sempre, nos sábados e domingo chuvosos, a probabilidade de crimes reduzem.

“Contamos com este fator natural. Na sexta-feira não tivemos nenhuma condução, foi um final de semana tranquilo, infelizmente tivemos muitos furtos de celulares e roubos a pessoas que participaram das festividades do Corso. Muitas mulheres colocando o celular no bolso traseiro e adolescentes que não tomaram os devidos cuidados”, explicou.

marc1

No sábado, ele contou que houve conduções pela Polícia Militar por roubos. “ Quatro pessoas foram roubadas, levaram motos e celulares delas, uma suspeita que identificamos, inclusive, foragido do Sistema Prisional foi reconhecido por algumas das vítimas como praticante de alguns roubos. Nós estamos trabalhando para prendê-lo, já pedimos novamente o mandado de prisão”, relatou o agente.

Outra prisão no 5º Distrito da Policia Civil foi por conta de embriagues e baderna. “Sábado é que foi o dia mais tumultuado. No domingo, não tivemos condução, foi um dia tranquilo, e identificamos a ocorrência de um furto nas imediações da Praça Valdir Fortes, foi lançado no Sistema de Busca Nacional - INFOSEG e estávamos trabalhando para tentar identificar a autoria do furto de um veículo, sem sinais de violência”, destacou Martins.

Na segunda-feira não houve condução e nem prisão, foi um dia tranquilo. “Na terça-feira (13) tivemos uma condução por baderna na praça e outra por ameaça. “Um rapaz que está em condicional por tráfico de drogas, inventou de beber em um bar, não tinha dinheiro para pagar e ameaçou o proprietário do estabelecimento. Ele foi preso e o juiz das Execuções, que determinou a liberdade provisória dele, será comunicado do processo. Do carnaval só tem presa uma pessoa”, falou o agente Bike.

Texto e fotos: Valdamir Alvarenga

No final da tarde desta quarta-feira 14/02, um menor de idade assassinou a facadas a mãe do vereador da cidade de Barras, Zé do Pó. Dona Maria França estava em sua residência, na localidade Ingá quando foi surpreendida pelo assassino. De acordo com informações, a vitima teria reagido ao assalto, oportunidade em que foi esfaqueada pelo assassino.

zedopo

O acusado de praticar o crime mora em Teresina e seria  parente de vizinhos da vítima, e estaria na cidade de Barras passando o carnaval.  O assassino foi localizado e  apreendido por populares na localidade Canto Escuro, zona rural de Barras.

A polícia acionou uma equipe do Instituto de Criminalística e outra do IML de Teresina para ir até a localidade Ingá a fim de fazer os procedimentos legais e depois remover o corpo da vitima para ser submetido a exames no Instituto Medico Legal.

Com informações realidadefoco

paaibaprontook