Trilha JONAS 01112017

POLÍTICA

prova brasil

Alunos da rede estadual e municipal de Campo Maior como de todo o Brasil começaram a fazer nesta segunda-feira (23.10) a Prova Brasil. Segundo a gerente da 5ª Regional de Educação de Campo Maior, a professora Lucimeire Barros, as provas serão aplicadas de 23 de outubro a 03 de novembro. É a Prova Brasil que vai dar o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Brasileira - IDEB 2017.

"A Prova Brasil é um sistema de avaliação externa, aplicada em todas as escolas da rede pública do Estado e da rede municipal nas turmas de 5º, ou seja, ao término do ensino fundamental menor, nas turmas de 9º, término do ensino fundamental maior e nas turmas de terceiro ano, término do terceiro ano do ensino médio", explicou a professora Lucimeire Barros.

Segundo ela, estas provas são de Língua Portuguesa e Matemática. "Elas têm como objetivo analisar como é que a educação pública está sendo desenvolvida. Não é para avaliar os alunos, não é para avaliar o professor, e nem diretor. É para avaliar a educação brasileira", relatou a gerente.

Durante o período que antecede as provas, a professora Lucimeire conta, que a rede estadual e municipal fizeram todo um trabalho de mobilização, que chama de semana presente, para que os alunos se façam presentes nas escolas, realizem esta avaliação e como resultado dela terão no próximo ano a divulgação de como está a qualidade da educação pública.

"Muitos investimentos são feitos, como também há muitos esforços, dedicação dos professores, dos pais, e dos alunos que estão cada vez mais participativos. É uma forma da gente não trabalhar à toa, nós estarmos vendo no dia a dia como é que o trabalho dos profissionais está sendo desenvolvido", falou a gerente Lucimeire Barros, que está animada com a preparação e as expectativas dos alunos, professores e diretores das escolas para a Prova Brasil.

Texto e Fotos: Valdamir Alvarenga

0090011

O 15° Batalhão da Polícia Militar do Piauí, sediado em Campo Maior, completou nessa segunda-feira 23/10, 08 anos de existência. Na oportunidade aconteceu uma solenidade alusiva à data com a entrega do Diploma de Amigo do Batalhão a várias personalidades campomaiorenses.

O evento foi bastante prestigiado e contou com a presença do deputado estadual Aluísio Martins, do prefeito Professor Ribinha, do comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, do subcomandante geral da PMPI, Coronel Lindomar Castilho, prefeitos da região e vereadores.

De acordo com o comandante do 15º BPM, major Etevaldo Silva, a programação de aniversário terá continuidade na terça-feira (24) com a sessão solene em homenagem ao Batalhão, na Câmara Municipal de Campo Maior.

No dia 25, quarta-feira, pela manhã, ocorrerá a Missa em Ação de Graças, celebrada pelo Capelão da Polícia Militar do Piauí, Padre Carlos Sales, no quartel sede do Batalhão.

As festividades de aniversário serão encerradas no sábado (28) com a inauguração da reforma da quadra de esportes do 15° BPM, seguida de um torneio esportivo e confraternização.

Há dois anos à frente do 15º BPM, o Major Etevaldo, destacou em suas palavras, além do agradecimento a todos os policiais militares o apoio à sociedade civil organizada que tem contribuído sobremaneira na redução dos índices de criminalidade. Para o Comandante Geral da PM, Coronel Carlos Augusto, essa parceria entre a Corporação, as instituições civis e criminais das cidades da área do Batalhão é motivo de orgulho para o Comando Geral da PMPI, que tem batalhado diariamente para fomentar os meios necessários para garantir o policiamento em todos os 224 municípios do Estado.

77666656

433332444

8955543334

446321111

764443212121

433334

 

655557666

43332456

566654333

4555543

440990

4500904

657788

0955543

665430

43212

O senador Elmano Férrer atendeu ao pedido do PMDB e votou não pelo afastamento do senador Aécio Neves. A votação teve início por volta das 18h no Senado Federal. O mesmo posicionamento foi seguido pelo senador Ciro Nogueira. O PP registrou apenas um voto pelo afastamento, o da senadora Ana Amélia. Já a senadora Regina Sousa votou com o PT pelo afastamento do parlamentar. 

Os parlamentares votaram a decisão da 1ª Turma do STF, que determinou a suspensão do exercício de função pública e o recolhimento domiciliar noturno de Aécio. Na semana passada, os 11 magistrados do Supremo discutiram e a maioria decidiu que eventuais restrições a deputados e senadores devem ser submetidas à análise dos plenários da Câmara e do Senado. 

 

Na manhã desta terça 17/10, Dom Francisco de Assis, bispo de Campo Maior, visitou o Palácio do Jenipapo, sede da Câmara Municipal de Campo Maior. O bispo foi acompanhado do padre Raimundo Duarte e foi recebido pelo Presidente da Câmara, Fernando Miranda, e por outros mais 7 vereadores. Dom Francisco foi acolhido por todos e recebeu de cada um as palavras de boas-vindas.

bispo1

Confira a mensagem de Dom Francisco aos vereadores:

Diocese de Campo Maior, PI

Visita à Câmara dos Vereadores de Campo Maior

Dia 17 de outubro de 2017

Saúdo à Vossa Excelência, Fernando Miranda, Presidente desta Casa Legislativa, Palácio do Jenipapo; na vossa pessoa saúdo aos demais Vereadores. Estendo minha saudação à Vice-Presidente, Gabriella Pinho, na qual saúdo todo o corpo de assessores parlamentares e funcionários da Casa.

A minha visita ao Palácio Legislativo Municipal se reveste de caráter diplomático. Como pastor diocesano da Igreja Católica em todo o território da Diocese que tem Sede nesta cidade, a terra dos carnaubais, Campo Maior, após visitar o Sr. Prefeito Municipal, Professor José Ribamar e todo o Secretariado do Governo Municipal, também desejei visitar-vos na Câmara Municipal.

No dia 30 de setembro deste, uma multidão recebeu na entrada da cidade o terceiro bispo que, enviado pela Sua Santidade, o papa Francisco, sucessor de Pedro Apóstolo, veio para dirigir os caminhos eclesiais desta Diocese. A Igreja católica presente em cada canto dos 26 municípios que formam a Diocese de Campo Maior, tem o privilégio de conhecer bem de perto a vida das pessoas, bem como as diversas expressões culturais e a realidade sócio-econômica da região.

“A Igreja, perita em humanidade, em uma espera confiante e ao mesmo tempo operosa, continua a olhar para “novos céus”, e para a “terra nova”, e a indicá-los a cada homem, para ajudá-los a viver a sua vida na dimensão do sentido autêntico” (Doutrina Social da Igreja).

A Diocese de Campo Maior liderada por mim, Dom Francisco de Assis, assistido pelo clero diocesano, continua disposta a cooperar convosco para que as pessoas possam ter o seu sofrimento amenizado, unindo forças pelo progresso com prosperidade, a partir do perene diálogo com as Instituições Municipais, entre as quais, o Poder Legislativo Municipal.

Sr. Presidente, a Igreja Católica trabalha incansavelmente “pela salvação das almas”, esta é a nossa missão; mas também entende que inserida na vida da sociedade, como no Segundo Livro da Bíblia, o Êxodo, a Igreja vê, escuta e age para promover a vida com dignidade de todos os filhos e filhas de Deus.

Senhores e Senhoras vereadores, desde a minha nomeação como bispo desta Diocese, a partir da missão a mim confiada pelo Papa Francisco, estou compreendendo que a minha missão como bispo, começa pelo aperto de mãos e assim, chegar ao coração de cada pessoa, homem e mulher de boa vontade.

Hoje, quero vos dizer que vim apertar as vossas mãos, cumprimentar a todos, sinalizando com isso, como diz o Apostolo João na sua carta, “que Deus é o primeiro a nos amar”, para que possamos levar o Amor a todos. Com isso, concluo dizendo que “para os cristãos o Evangelho não é uma teoria, mas um fundamento e uma motivação” para o nosso agir!

Rogo ao Senhor Jesus!

Dom Francisco de Assis, Bispo Diocesano de Campo Maior

Senhor Jesus, abundantes bênçãos para todos.

Reportagem: Helder Felipe – Assessoria de Comunicação Diocesana

paaibaprontook