Trilha JONAS 01112017

POLÍTICA

Promover uma vida saudável na fase da terceira idade é a intenção da Prefeitura de Campo Maior, através da SEMAS (Secretaria de Assistência Social), que está promovendo a Semana do Idoso de Campo Maior, iniciada nessa manhã, na Vila do Ancião.
idososemasok

Durante o evento que marcou o início das atividades da Semana do Idoso, o prefeito Professor Ribinha autorizou a liberação de R$ 10 mil dos R$ 40 mil do convênio entre a Prefeitura de Campo Maior e a Fundação Joaquim Oliveira, que mantém a Vila do Ancião de Campo Maior.
idososemas 23

O convênio tem por objetivo de promover a reforma e melhorias no local, sobretudo das casas que abrigam os idosos residentes na entidade. “Vamos promover melhorias na estrutura das casas para dar maior comodidade para os nossos idosos assistidos na Vila do Ancião”, relata o prefeito.
idososemas 54

Além da liberação do recurso, a Semana do Idoso ainda terá atividade como palestras, recreação, tratamento de beleza, terapia corporal e outras ações que promovam o bem-estar da melhor idade.

idososemas 92idososemas 9idososemas 37idososemas 45idososemas 42idososemasok7idososemas 63idososemas 97

O governador do Piauí, Wellington Dias, confirmou sua participação na celebração da missa de posse do bispo de Campo Maior, Dom Francisco de Assis, que será celebrada às 18 horas, na lateral da Catedral da Igreja de Santo Antônio. A chegada do governador está prevista para as 17h30, momento em que o novo líder da igreja católica receberá das mãos do prefeito Professor Ribinha a chave da cidade.
govsabor 38

O governador será recepcionado pelo prefeito Ribinha e pelo deputado estadual Aluísio Martins, na entrada da cidade. Wellington Dias já havia confirmado a sua presença na posse do novo bispo ao prefeito durante uma audiência no Karnak.

A missa de posse está prevista para começar às 18 horas, logo após Dom Francisco de Assis desfilar em carro aberto. “Será um momento importante para a nossa cidade. Além de estarmos recebendo o novo bispo, teremos a visita do governador Wellington Dias”, resume o prefeito.  

O prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, está Brasília, em missão institucional de dois dias, para uma série de visitas aos ministérios e também aos integrantes da bancada federal. A ideia é buscar a liberação de recursos de projetos e emendas nas áreas da Saúde, Educação e Tecnologia e ainda Desenvolvimento Social e Agrário.
senadora3

Professor Ribinha, acompanhado do secretário de Relações Institucionais, Carlos Torres, e o técnico da SEPLAN do Piauí, Marcos Guilherme, esteve reunido com a senadora Regina Sousa, no Senado Federal, nessa quarta-feira, 27, onde solicitou a celeridade na liberação de emenda para aquisição de tratores, que serão utilizados por trabalhadores rurais no cultivo de produtos da agricultura familiar do município.
brasilia5

O gestor ainda visitou o Ministério das Comunicações, onde discutiu com os técnicos as inovações tecnológicas para o município de Campo Maior. A reunião foi Jane Pedrosa, que é coordenadora de Articulação do Ministério. Na pauta: projeto Telecentro e o projeto PROGREDIR, que trará capacitações para jovens.
brasilia3

Continuando a agenda dessa quarta, em Brasília, o prefeito Professor Ribinha, fez uma visita ao Ministério do Desenvolvimento Social, onde foi solicitada a abertura de novos programas e projetos sociais para Campo Maior.

marc2

O primeiro dia da Campanha Carreta da Saúde Pondo um Ponto Final a Hanseníase foi um sucesso. Das 8h às 17h, 94 pessoas foram atendidas. A Campanha é uma promoção da Prefeitura Municipal de Campo Maior, por meio das Secreatrias de Saúde do município e do Estado. O prefeito Professor Ribinha a o secretário de Saúde Marcelo Miranda fizeram a abertura da Campanha na segunda.

A carreta ficará em Campo Maior, até esta terça-feira (26.09), quando sairá o segundo boletim do número de atendimentos no combate a doença. O secretário e o prefeito no primeiro dia falaram da importância dos investimentos na saúde preventiva. Foram realizados verificação de pressão arterial (PA), Glicemia Capilar, consulta médica, realização de exames específicos para diagnóstico de hanseníase (exame dermatológico e baciloscopia).

"Existe um índice ainda muito alto de hanseníase no país, para quem não sabe, hanseníase é a lepra, popularmente falando, muitas pessoas ainda têm preconceito, mais como toda doença sendo diagnósticada no início, têm 90% de chances de cura. No caso de hanseníase existe 100% de chances de cura", explicou o secretário de Saúde Marcelo.

arc4

As enfermeiras Lúcia Leonara, que coordena os trabalhos da Atenção Básica, e a enfermeira Marinês Bandeira contaram que nos atendimentos pela manhã e tarde foram disponibilizados seis médicos, 14 enfermeiros, e seis técnicos de enfermagens, além de agentes comunitários de saúde para todo o trabalho na Praça da Prefeitura nestes dois dias.

"Temos um laboratório instalado na carreta com a participação de um bioquímico e uma bióloga na realização de baciloscopia", destacou Marinês Bandeira. O secretário e a coordenadora Lúcia Leonara explicaram que os atendimentos para o diagnóstico da doença continuarão, de segunda-a sexta-feira, nos Postos da Atenção Básica em Campo Maior. 

7

"Todo o tratamento, desde o diagnóstico é feito pelo médico generalista da Estratégia de Saúde da Família. Este trabalho já fazemos diariamente nos postos de saúde", relatou o secretário Miranda. O prefeito Professor Ribinha falou, que como a incidência é muito alta no Piauí como um todo, a Prefeitura de Campo Maior em parceria com a SESAPI realizaram a Campanha para que os índices diminuam. "Este, além de ser um trabalho de consulta médica, é também de mobilização e concientização da população", refletiu o prefeito.

arc10marc3marc12

marc11

marc1

Aguarde mais fotos...

Texto: Valdamir Alvarenga

Fotos: ASCOM

paaibaprontook