trilhafull16022018

Ex Policial Militar envolvido na morte da menina Emilly, é transferido para presídio em Altos

O juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto determinou nesta segunda-feira 22/01 a transferência do ex-policial militar Aldo Dornel para a Casa de Detenção Provisória de Altos, Norte do Piauí. O ex-soldado Dornel participou ao lado do cabo Francisco Venício da abordagem que terminou na morte da menina Emilly Caetano de 9 anos. A decisão baseia-se no desligamento de Aldo Dornel dos quadros da Polícia Militar do Piauí.

meninaemily12

O soldado Aldo Dornel foi exonerado a partir de decreto assinado pelo governador Wellington Dias (PT) que excluía dos quadros da PM-PI, quatro policiais que haviam sido nomeados sob júdice. Dornel não foi aprovado no exame psicológico da PM no concurso de 2010 e conseguiu entrar na corporação por meio de uma liminar obtida na Justiça. Porém a liminar estava anulado há mais de um ano e o soldado continuava nos quadros da PM.

Estima-se que 35 policiais militares que estão atualmente na corporação graças a liminares. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) afirmou recentemente que um grupo de trabalho foi criado para analisar processos desde 2008.

A Polícia Militar do Piauí informou que ainda não foi notificada e que vai cumprir a decisão.

Com Informações G1

paaibaprontook