trilhafull

Família de estudante morta por Capitão da PM, teme possível soltura do acusado

O pai da estudante de direito Camilla Abreu, Gean Carlos, desabafou durante entrevista, sobre a possível soltura do capitão da Polícia Militar Alisson Wattson da Silva Nascimento, que virou réu pelo assassinato da jovem com quem mantinha relacionamento amoroso. 

camila abraul

Ontem, os advogados de defesa solicitaram  à juíza da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri, Zilnah, a soltura do acusado com a revogação de sua prisão preventiva, decretada pela Justiça. O promotor de Justiça do caso, Benigno Filho, deu parecer pelo indeferimento do pedido de revogação da prisão preventiva de Alisson Watson. A advogada de acusação, Ravenna Castro, disse que já preparou a contrarresposta ao pedido de soltura do capitão Allison Watson.

"Revolta. A gente fica muito chateado e agradeço a Deus por saber que essa juíza do caso, segundo o que ouvi falar, é uma pessoa justa, uma mãe de família. Acredito que ela não dará essa soltura. Os advogados dele alegam que ele não oferece risco à sociedade, mas é um rapaz que responde por crimes na lei Maria da Penha em Campo Maior; deu um tiro em um rapaz no restaurante Cajuína, acho que ali na Morada Nova, e isso só porque o rapaz a cumprimentou com dois beijos do lado", revelou. 

Indignado, o trabalhador conta que vizinhos, após a morte da estudante, revelaram que a jovem era constantemente agredida pelo capitão. "Os vizinhos presenciavam quando ele espancava ela de madrugada. Ele também colocava arma na cabeça da ex-mulher. Teve uma cliente nossa daqui que disse que presenciou ele dando um tapa no rosto da mãe dele. É um rapaz réu confesso, e eu não sei por qual motivo ele ainda não foi expulso da PM. Queria saber o que está faltando e se fosse até suspeito, tudo bem. Mas ele é réu confesso", questionou. 

"O sentimento é de revolta. Uma pessoa que fez o que fez com minha filha. Nós acreditamos na justiça. Eu tenho certeza que a juíza não vai conceder essa soltura para ele", desabafou.

Com informações MN

paraiba60pronto