trilhafull

Advogada afirma que capitão da PM acusado de matar estudante está sendo protegido

Por meio de uma publicação no facebook a advogada Ravenna Castro questionou o porque da demora na expulsão do capitão da Policia Militar do Piauí, Allison Wattson da corporação. O capital da PM é acusado de assassinar a namorada Camilla Abreu, em outubro de 2017.

A PM do Piauí anunciou no dia 08 de fevereiro que Allison Wattson seria expulso, mas aproximadamente três meses após a declaração o capitão continua recebendo salário normalmente, mesmo estando em prisão militar desde o final do ano passado. Até o momento não tem previsão de quando será realizada a expulsão.

camila abraul

"O processo de expulsão do capitão Watsson, assassino de Camila Abreu, está engavetado no Karnak. Para nós, está claro. Watsson está sendo protegido por alguém. Eles não querem expulsar ele. Querem botar na reserva remunerada", disse a advogada, que é assistente de acusação do caso.

Com informações MN

paraiba60pronto