trilhaoutubro2018

POLICIAL

 

90001342

A Delegacia de Campo Maior, assim como outras unidades da Polícia Civil, tem sido prejudicada com a recusa da SEJUS em receber presos da Justiça. Atualmente a carceragem da Delegacia de Campo Maior conta com 12 presos, todos com decisão do Poder Judiciário determinando seu recambiamento para unidades do sistema prisional.

 Utilizando-se um dos azulejos da estrutura de banheiro da cela, os presos estavam cavando um buraco na parede. Com a análise de comportamento dos presos e posterior vistoria a equipe conseguiu evitar a fuga.

A superlotação e as péssimas condições  da carceragem ja levaram a duas fugas concretizadas esse ano. Dos três presos que fugiram, dois já foram recapturados pela própria equipe de investigação de Campo Maior. 

Para o delegado Anchieta Nery, a permanência de presos nas delegacias é inadequada porque afasta os Agentes da sua missão primordial que é estar nas ruas investigando. Além do que viola direitos humanos dos presos uma vez que as delegacias não têm estrutura para oferecer banho de sol, visitas, atividade laboral. Esta situação será mais uma vez formalmente noticiada ao Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Secretário de Justiça, para que adotem providencias no âmbito de suas responsabilidades.

90001341

90001343

0678913

Dois homens ainda não identificados efetuaram assalto na tarde dessa segunda-feira 3/7, no Comercial São Gonçalo, localizado no Bairro São Luis em Campo Maior. Segundo a Polícia, dois homens chegaram em um motocicleta modelo Fan de cor preta, e armados, anunciaram o assalto.

Eles chegram a render a gerente do comércio e levaram todo dinheiro dos caixas.No momento da ação alguns clientes estavam dentro do estabelecimento e conseguiram se esconder por trás das pratileiras. Policiais estiveram no local e já estão com as imagens das câmaras de segurança para identificação dos acusados. O valor levado ainda não foi divulgado. 

ONDA DE ASSALTOS EM CAMPO MAIOR 

Em menos de 24 horas foram registrados dois assaltos a estabelecimentos comerciais em Campo Maior. Ainda na madrugada dessa segunda-feira 3/7, pelo menos quatro homens armados arrombaram o Supermercado 2 Irmãos, (do empresário Bambão), maior da comunidade Alto do Meio e levaram de assalto cerca de R$ 10 mil em dinheiro e mercadorias.

90001398

 

O comandante da Polícia Militar de Campo Maior, major Etevaldo Silva, disse que assassinato contra o vigilante Marcílio Marquês Freire de Sousa, de 26 anos, que foi morto na noite dessa quinta-feira, 29, nas proximidades da quadra do Bairro Matadouro, em Campo Maior, já está esclarecido.   
morte3                    

Etevaldo disse que Marcílio foi morto por um rival identificado como Pádua, que mora no Bairro Cariri. “Eles são rivais e o crime está relacionado com acerto de contas entre eles”, revela o comandante.

Etevaldo disse que tanto Pádua, como a vítima Marcílio já respondiam a processo na Justiça.

O comandante da Polícia Militar disse que esse é apenas o segundo homicídio em Campo Maior nesse ano de 2017 e que a polícia não registrava assassinados há 150 dias. “Não podemos comemorar, mas é bom fique registrado que no ano passado tivemos seis homicídios e a meta é que nesse ano o número de mortes seja bem menor”, relata o comandante.

Um senhor, de aproximadamente 50 anos, é flagrado, por câmeras do circuito interno de TV, roubando uma bicicleta que estava estacionada na frente de uma farmácia em pleno o centro comercial da cidade.

bicileta

O homem é filmado pegando a bicicleta e saindo pelando normalmente. As imagens foram feitas pelo circuito interno da farmácia e foram entregues à polícia, que irá usá-las para identificar e prender o ladrão e ainda recuperar a bicicleta.

O roubo da bicicleta aconteceu na manhã de sexta-feira passada e até o final da tarde desse domingo, 18, a polícia não havia noticiado a prisão do senhor flagrado roubado a bicicleta.  

paraiba60pronto