trilhaunook

POLICIAL

 

Com a autorização da 1ª Vara Criminal de Campo Maior, dois dos três acusados de tráfico de drogas presos durante operação nos Bairros Matadouro e Cariria, foram liberados nessa quinta-feira, 20.07.  Ainda com a permissão da Justiça, a 5ª Delegacia Regional da Polícia Civil fez a transferência de três presos para Casa de Custódia José de Ribamar Leite, (em Teresina).
polmata4
Galope

Foram transferidos os presos Francisco Pereira da Silva, vulgo James, (preso por receptação e furto de veículos); Ernandes Silva Santos, (preso por estupro de uma criança na localidade Água Fria); e Antônio Francisco Bento Araújo Silva, conhecido por Galope, (preso por tráfico e com um revólver usado para disparos contra moradores do bairro Matadouro).

james
James

Galope é o único detido durante a operação nos Bairros Matadouro e Cariri que continua preso. Os outros dois acusados: Thiago Paulino da Silva e Leandro de Castro do Nascimento responderão ao inquérito policial em liberdade.

Agora, com a transferência dessa quinta-feira, somente um preso permanece na carceragem da 5ª DPC em Campo Maior. O detento tem mandado de prisão pelo Estado da Paraíba.

O policial Beyker Martins informou que todo o material apreendido na última operação realizada pelas Polícias Civil e Militar foi encaminhado ao Instituto de Criminalística.⁠⁠⁠⁠

679903

Alegando estar cansado de ser traído pela mulher, um morador de Cáceres, cidade a 220 km de Cuiabá, procurou a delegacia da Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência contra a companheira. No documento, registrado na última segunda-feira (17), o homem, de 50 anos, disse que não aguentava mais ‘tomar chifre’, por isso resolveu procurar a polícia.

A imprensa não localizou o marido ou a mulher. O boletim de ocorrência foi feito com termos chulos e palavras grosseiras em relação ao suposto comportamento da mulher do morador, além de conter vocabulários normalmente encontrados no linguajar mato-grossense. A Polícia Civil confirmou que o boletim de ocorrência foi feito pelo marido na delegacia, que assinou e concordou com o que foi dito.

No documento, o homem disse que tem um relacionamento com uma mulher que conheceu em Cáceres, porém, teria presenciado diversas traições, sendo que em uma delas encontrou a companheira na cama com outro homem. Ele disse à polícia que chegou a danificar a bicicleta da mulher para evitar que ela saísse de casa e o traísse outras vezes.

“(…) o comunicante [marido] não aguenta mais tomar chifre na cabeça e ver sua morena (…) com outros homens na rua e por isso veio até a delegacia para registrar o boletim de ocorrência”, diz o BO. O próprio marido se diz ‘corno’ e pede ajuda da polícia para não ter mais problemas com a ‘morena’. A Polícia Civil informou que o boletim de ocorrência foi classificado como ‘natureza atípica’. Por isso, não gera nenhum procedimento policial, já que a situação narrada não é considerada crime pela polícia.

Ainda conforme a polícia, o próprio marido quis que os termos fossem descritos na forma em que foram colocados no documento. Contudo, pela maneira narrada e pelas palavras grosseiras usadas no boletim de ocorrência, o marido deve ser chamado para se explicar na delegacia. A previsão é que ele seja ouvido na tarde desta quarta-feira (19) em uma delegacia em Cáceres.

Fonte: G1

O comandante da Polícia Militar na região de Campo Maior, major Etevaldo Silva, disse que a caça ao trafico de drogas e ao porte ilegal de armas (semelhante à que foi realizada nos bairros Cariri e Matadouro), irá se estender a outros pontos da cidade.

Nos bairros Cariri e Matadouro, o trabalho conjunto da 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Campo Maior com o 15º Batalhão da Polícia Militar, durante todo o dia desta sexta-feira, (14/07/) para combater o tráfico de drogas e porte de armas de fogo nos bairros Cariri e Matadouro foram cumpridos 07 (sete) mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara da Comarca de Campo Maior.
matadouro1

Durante a operação foi feita a apreensão de 01 Pistola, cal. 380, com várias munições; a apreensão de 01 Revólver, cal. 38, com várias munições; a prisão de 03 pessoas e apreensão de maconha e crack.
matadouro3

Foram presos Antônio Francisco Bento de Araújo de Sousa, vulgo Galope, Thiago Paulino da Silva e Leandro de Castro do Nascimento. Sendo os dois primeiros do Bairro Cariri e o terceiro do Bairro Matadouro.
polmata7

O major disse que o Serviço de Inteligência da Polícia Civil e o Serviço Reservado do 15º BPM já mapearam pontos de venda e distribuição de drogas na cidade e esses locais passaram por intervenção da polícia.

matadouro

“Para isso nós vamos contar com a colaboração do poder judiciário. Agradecemos ao juiz titular da 1ª Vara Criminal de Campo Maior,  doutor Múccio Meira, que prontamente tem atendido as solicitações da polícia para expedir os mandados de busca e prisão”, relata o major.
matadouro2polmatapolmata1

Policiais do Serviço de Inteligência, por meio da 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Campo Maior, realizou, em conjunto com a Polícia Militar, durante todo o dia desta sexta-feira, (14/07/) uma operação ao combate do tráfico de drogas e porte de armas de fogo nos bairros Cariri e Matadouro, em Campo Maior.

policialmata

De acordo com o delegado regional, Anchieta Nery, durante a ação foram cumpridos 07 (sete) mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara da Comarca de Campo Maior.

A operação é resultado de um trabalho de investigação iniciado há 06 meses. O cumprimento dos mandados foi antecipado com objetivo prender e responsabilizar as pessoas envolvidas com trocas de tiro na cidade de Campo Maior.

Foram presos Antônio Francisco Bento de Araújo de Sousa, vulgo Galope, Thiago Paulino da Silva e Leandro de Castro do Nascimento. Sendo os dois primeiros do Bairro Cariri e o terceiro do Bairro Matadouro.
polmata1

Durante a ação foram apreendidos uma pistola, calibre 380, e um revólver, calibre 38, utilizadas nas de disparo de arma de fogo registradas na cidade. Foram apreendidos também droga e dinheiro trocado em bocas de fumo nos bairros Cariri e Matadouro, resultando na prisão de 3 adultos e apreensão de um adolescente.

O trabalho contou com apoio da Polícia Militar, por meio do 15º BPM, e CANIL do BPRONE, que se deslocou após determinação da Secretaria de Segurança Pública.

paraiba60pronto