Trilha JONAS 01112017

POLICIAL

 

788778

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí deflagrou a 'Operação Duas Rodas' nesta terça-feira (12/12), na BR-343 em Campo Maior para combater o aumento do número de acidentes e infrações envolvendo motocicletas. A maioria desses acidentes e infrações são causados por fatores humanos como imprudência, desrespeito à legislação, falta de habilitação para conduzir, não uso, ou uso inadequado, de equipamentos de segurança como o capacete tanto para o condutor de uma motocicleta, bem como excesso de passageiro em motocicletas. A ação da PRF em Campo Maior está acorrendo em vários pontos da BR-343, perímetro urbano da cidade.

A motocicleta também vem sendo amplamente utilizada para o cometimento dos mais diversos tipos de crimes em virtude de sua mobilidade, que facilita a aproximação e fuga.

60006

Os roubos a mão armada praticados por motoqueiros em dupla têm se tornado mais comuns. Segundo dados da Secretária de segurança Pública do Piauí, em 2015, foram 1174 carros e motos roubadas, em 2016 foram 1.269. Em Teresina, são registradas todos os dias ocorrências de roubo/furto de motocicletas, bem como assaltos praticados por duplas em motocicletas nos trechos de zona urbana e rural das BRs 316 e 343 que fazem parte do trecho abrangido pela 1ª delegacia da PRF na capital.

Diante desse cenário, surge a necessidade de intensificar a fiscalização de veículos e pessoas nas rodovias visando prevenir a ocorrência de acidentes, cometimento de infrações de trânsito e crimes, principalmente em situações que envolvam motocicletas na área de circunscrição da PRF em todo o Piauí.

60007

O capitão da Polícia Militar, Alisson Wattson, que confessou ter matado a própria namorada Camilla Abreu a tiros no mês de novembro, será expulso da Polícia Militar ao fim do processo administrativo movido pela corporação. O comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, informou em entrevista ao Jornal do Piauí que o processo administrativo interno está avançado e que em outros casos semelhantes ao de Alisson culminaram em expulsão.

capitao

"As pessoas quando tem desvio de conduta, a medida é a da lei. A PM cabe fazer o que tem sido feito. O processo está bastante adiantado e em todos os casos como este a Polícia sempre optou pela expulsão. Não poderia antecipar pois seria infração dla minha parte", explicou o coronel.

Com informações CV

Policiais militares do Batalhão da PM em Campo Maior efetuaram, por volta do meio dia dessa segunda-feira, 04.12, a prisão de dois homens que furtaram uma caixa de marcha de uma caçamba na cidade de Cabeceiras do Piauí e prosseguiam fuga por Campo Maior.
natal3

Os policiais estavam participando da Operação Natal, lançada na manhã dessa segunda-feira, quando foram acionados pelo proprietário da caçamba, informando que os dois acusados se encontravam em um posto de gasolina no bairro São Luís, em Campo Maior.

De imediato os PMs se dirigiram ao local e encontraram os dois homens no interior de um caminhão baú, se preparando para fugir. 
Foi dada voz de prisão aos acusados, identificados como José Augusto Lima Castro, 30 anos, e Raimundo Valgmar Pontes Damasceno, 44 anos.
natal1

O primeiro tem passagem pela polícia por assalto a mão armada. O outro é natural do estado do Ceará. Os dois foram levados para a delegacia de Campo Maior.

Para o Comandante do 15° BPM, Major Etevaldo Silva, ações como essa serão rotineiras durante a Operação Natal. "Iniciamos bem essa operação e vamos continuar o trabalho para tirar de circulação quem comete crimes em geral, não importa o tipo.
natal2

"A PM está melhor estruturada em Campo Maior e  com a chegada das novas viaturas teremos melhores resultados", enfatizou o Major.

Depois de mais de 18 anos do assassinato do pedreiro Luiz Gonzaga de Sousa Pinto. Foi a Júri Popular na manhã desta quinta-feira 30/11 no auditório do Fórum de Campo Maior, o acusado Cristovam José da Silva.

Cristovam foi denunciado pelo crime de homicídio qualificado. Foragido da justiça após praticar o delito em julho de 1998, onde após uma colisão de bicicletas entre o réu e a vitima, veio a desferir quatro facadas em Luiz. 

pretinho2
O juiz criminal, ao optar pela pronúncia reconheceu da existência, autoria e provas da materialidade, do acusado  onde demostrou que o réu deveria ser pronunciado e ir a júri popular pela pratica de crime doloso contra a vida. Durante dota instrução e colheita de prova o Ministério Publico pedia a condenação do acusado pela pratica de homicídio qualificado por motivo fútil. 

Sua defesa sustentou a tese de legitima defesa, onde o réu teria revidado a uma agressão da vitima, agindo de maneira atual e iminente. defesa esta que não convenceu os jurados. Após a formação do Conselho de Sentença, os jurados decidiram sobre a condenação do acusado, o julgamento durou mais de 5 horas. Ao final o Juiz  estipulou uma pena de 18 anos de prisão com regime inicial de cumprimento fechado. 

Familiares da vitima acompanharam todo o julgamento, vestidos de camisas branca com a palavra JUSTIÇA, estampada. 

paaibaprontook