trilhaoutubro2018

POLICIAL

 

Dois homens, ainda não identificados, foram baleados e vieram a óbito no final da manhã desta sexta-feira (11), próximo a cidade cenográfica no município de Floriano, a 247 km de Teresina. A polícia informou que as vítimas eram pai e filho.

Da cordo com a polícia de Floriano, houve uma troca de tiros próximo a um bar que fica do lado da cidade cenográfica, onde os homicídios aconteceram.

68ff9f1e6e1212cbc33593d598125ab6

O comandante do BPM de Floriano, major Inaldo Guerra, informou que logo após os homicídios, a guarnição foi acionada e fez um cerco ao local, onde encontrou dois suspeitos em uma moto. 

“Um deles estava baleado, então nós levamos os dois para o hospital para que o baleado fosse atendido e eles ainda se encontram no hospital de Floriano. Eles não foram detidos nem interrogados ainda porque estão no hospital”, contou o comandante.

O major disse ainda que a polícia trabalha com a suspeita de crime de vingança. “O pai parece que já tinha feito um homicídio, e pode ter sido o motivo do crime de hoje, mas tudo ainda está sendo investigado”, disse.

Ainda de acordo com a polícia, o SAMU foi acionado, mas quando chegou ao local, constatou que os dois homens já estavam mortos. 

Com informações CV

Um jovem de 19 anos foi detido na madrugada de sábado (5) por tráfico de drogas na cidade de Fervedouro. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele vendeu sal para uma jovem de 25 anos como se fosse cocaína. Na ocasião, ela estava na festa de aniversário do município e ficou insatisfeita com o ocorrido, por isso acionou a PM .

Memo 1 4

Com o rapaz foi encontrado dentro do tênis um papelote de substância análoga à cocaína. Durante o registro da ocorrência policial, a namorada dele, também de 19 anos, começou a provocar tumulto e pegou cerca de R$ 30 do bolso do jovem sem autorização da PM e se negou a entregar o dinheiro aos militares.

Ainda segundo a PM, a namorada, alguns parentes e amigos do rapaz foram atrás da viatura tentando resgatá-lo, xingando e ameaçando os policiais. Diante do fato, a jovem foi detida por desacato e em seguida encaminhada junto com o namorado para a Delegacia de Muriaé.

A jovem que denunciou o crime também foi levada para a Delegacia como testemunha do ocorrido. A PM informou que foram feitos três exames na substância apreendida e não foi constatada presença de cocaína, apenas sal.

O jovem e a namorada assinaram um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) e foram liberados. Já a denunciante foi qualificada como testemunha e liberada.

Com informações G1

Por meio de uma publicação no facebook a advogada Ravenna Castro questionou o porque da demora na expulsão do capitão da Policia Militar do Piauí, Allison Wattson da corporação. O capital da PM é acusado de assassinar a namorada Camilla Abreu, em outubro de 2017.

A PM do Piauí anunciou no dia 08 de fevereiro que Allison Wattson seria expulso, mas aproximadamente três meses após a declaração o capitão continua recebendo salário normalmente, mesmo estando em prisão militar desde o final do ano passado. Até o momento não tem previsão de quando será realizada a expulsão.

camila abraul

"O processo de expulsão do capitão Watsson, assassino de Camila Abreu, está engavetado no Karnak. Para nós, está claro. Watsson está sendo protegido por alguém. Eles não querem expulsar ele. Querem botar na reserva remunerada", disse a advogada, que é assistente de acusação do caso.

Com informações MN

Uma mulher de 23 anos foi assassinada durante o início da noite do último sábado 28/04, na cidade de Joaquim Pires, a 240 km de Teresina. Roseli Alves de Sousa foi atingida na cabeça e no abdômen e faleceu no local. De acordo com a Polícia Militar, dois suspeitos foram identificados.

O crime aconteceu por volta de 19h de sábado. Segundo a Polícia Militar, dois homens que estavam em uma motocicleta passaram em frente à casa em que Roseli que morava com a filha de seis anos e um irmão de 11 anos, e atiraram várias vezes contra a vítima.

casa

De acordo com o perito Fausto Vasconcelos, da Polícia Técnico Científica, Roseli estava no terraço quando percebeu a aproximação dos atiradores e tentou se abrigar dentro de casa.

“Ela foi acertada ainda no pátio da casa e correu para dentro onde levou o segundo. Ela morreu na sala de casa”, explicou o perito. Segundo ele, a vítima foi atingida por um tiro na região do abdômen e outro na cabeça.

Para o capitão da Polícia Militar Francisco Veras o assassinato de Roseli Alves tem caraterísticas de execução. “De acordo com as informações que levantamos até o momento, foi um crime de motivação passional”, explicou o capitão.

O capitão Veras informou que a Polícia Militar está em diligências em busca de dois suspeitos. De acordo com o capitão, o rapaz que estaria pilotando a motocicleta usada no crime é maior de idade, enquanto o suspeito de ter atirado da garupa da moto é um adolescente.

Com informações G1

paraiba60pronto