trilhafull

POLICIAL

 

Na noite deste sábado 14/04, policiais da Força Tática ao realizarem seu patrulhamento urbano de rotina, avistaram dois indivíduos em atitude suspeita no centro de Campo Maior. Os policiais realizaram uma abordagem e acabaram encontrando na posse de um dos indivíduos um simulacro de arma de fogo que provavelmente seria utilizado para a prática de assaltos. 

indi

Os elementos foram encaminhados a Delegacia Regional de Campo Maior para a realização dos procedimentos necessários.

30726788 357480068092696 7677823811961487360 n

 

Ré no processo que investiga a morte de um policial do Bope, em 2016, Thaís Monait Neris de Oliveira, 26 anos, teve o cabelo cortado, as sobrancelhas raspadas e sofreu tentativa de linchamento após um assalto frustado a um salão de beleza no bairro Planalto Ininga, na zona Leste da Capital. 

O crime ocorreu por volta das 21h, desta segunda-feira (02). Segundo a delegada Ana Luiza Marques, titular da Central de Flagrantes, a suspeita teria participado do assalto com um comparsa que conseguiu empreender fuga. 

41aa84471f93c8da3da1fc432f3db091

"Ela chegou com o comparsa com o subterfúgio de que queria fazer o cabelo e a sobrancelha. Assim que a funcionária disse que era possível, os dois anunciaram o assalto...subtraíram cerca de R$ 1 mil do caixa, além de celulares de funcionários e clientes", conta a delegada. 

Contudo, quando os suspeitos empreendiam fuga, uma cliente reagiu e travou luta corporal com o comparsa de Thaís que estava armado.

"A cliente conseguiu se desvencilhar do suspeito e saiu pra rua pra pedir ajuda. Nisso, o suspeito fugiu e a população conteve a mulher", disse a delegada que acredita que o fato de Thaís ter o cabelo cortado e as sobrancelhas raspadas tem relação com o pretexto utilizado pela suspeita.

"Ela fingiu ser cliente e disse que queria fazer o cabelo e a sobrancelha... por isso a população reagiu daquela forma. Acredito que a atitude não seria por que a reconheceram no caso do policial do Bope, mas por ela ser mulher e ter ido ao salão com o pretexto de que queria fazer o cabelo e a sobrancelha", conta a delegada. A suspeita foi levada a audiência de custódia e teve o mandado de prisão convertido em preventiva na manhã desta terça-feira (03). 

Além da participação no assalto ao salão de beleza, a suspeita é investigada em roubos na zona Sul de Teresina.

Com informações CV

Um idoso de 90 anos, identificado por Raimundo Dorneles de Oliveira, foi morto a facada,  na madrugada de segunda-feira 02/04,  por uma sobrinhacom problemas mentais próximo a localidade Alto da Cruz, zona rural de José de Freitas.

Segundo um sobrinho da vítima, que presenciou o homicídio, Maria Dorneles levantou por volta das 5h30min e falou de iria fazer o café, oportunidade em que ouviu um barulho, ao sair do quarto presenciou Raimundo Dorneles com uma facada no peito, já em óbito.

590e014c cfcf 464b 9c0b 2fc981011f3f

Após desferir a facada no idoso, Mariana correu e se escondeu em um matagal, próximo a sua residência. Mariana Dorneles, que é acompanhada pelo CAPS de José de Freitas, foi presa por uma guarnição da Policia Militar e encaminhada ao 17º Distrito Policial, desta cidade, onde o delegado Divanilson Sena deverá tomar as medidas cabíveis ao caso.

Com informações do realidadeemfoco

Um aluno de uma escola, postou uma foto no último dia 21/03 em que aponta uma arma de fogo para professor dentro da sala de aula. A imagem foi feita dentro da Escola Estadual Professor Francisco das Chagas de Souza Albuquerque em manaus no estado do Amazonas e compartilhada pelo aluno na página do Facebook (ele tem mais de 7.500 seguidores nesta rede social). A publicação teve mais de 340 compartilhamentos e 570 reações.

c820259e35ad8f68407347dbf96ec087

O autor da foto chegou a escrever “Parem de compartilhar aquela poh* malditos” e “Fui expulso”. A Seduc do Amazonas afirmou que o aluno “foi suspenso das atividades escolares até o encerramento dos procedimentos administrativos e será acompanhado, juntamente com sua família, por psicólogos e assistentes sociais”.

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para apurar o caso.

Com informações cozinhadogalo

 

paraiba60pronto