Trilha JONAS 01112017

Desafio das Opalas terá 200 participantes disputando título piauiense de Mountain Bike

009011

A Federação de Ciclismo do Piauí e os organizadores do Desafio das Opalas já definiram os últimos detalhes que faltavam para a programação do Campeonato Piauiense de Mountain Bike Maratona, que pela primeira vez é realizado no Estado como competição oficial, homologada pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), pois vale ranking nacional na Classe XCM2, e também pela FCP, que deu todo o apoio para o evento ser o primeiro que definirá os campeões por categorias no estilo MTB Maratona. A prova ocorre no dia do encerramento do Festival de Inverno de Pedro II, município a 167 km ao Norte de Teresina

O Desafio das Opalas terá vários incentivos para os competidores, como a premiação de R$ 11 mil para os melhores colocados por categorias, camisa personalizada para os campeões, bem como uma joia em prata e opala, essa que é a pedra preciosa encontrada somente em Pedro II, em todo território americano. Os cinco primeiros colocados de cada categoria também receberão troféus e espera-se a participação de pelo menos 200 bikers de alguns estados, como Piauí, Maranhão e Ceará.

A programação começa no sábado (17), entre 10 e 17 horas, na Praça do Recanto, no centro de Pedro II (em frente ao Memorial Tertuliano Brandão), com entrega de kits e vistorias. No domingo (18), a tão esperada largada; a partir das 7h da manhã, será realizado o Briefing Técnico para atletas, organização e imprensa no Memorial Tertuliano Brandão. A partir das 7h30, haverá a vistoria de largada e às 7h50, a largada oficial. A partir de 14h, cerimônia de Premiação, na Praça do Recanto.

A disputa terá 72,3 km totais e 6,5 km de deslocamentos, sendo 66,5 km cronometrados. Para a categoria Turismo, o percurso será de 43 km. Segundo um dos diretores de prova, Márcio Braz Filho, a prova terá grau de dificuldade entre médio e alto, com tempo máximo de seis horas de prova. As zonas de apoio técnico serão no Km 15 (estrada que liga Pedro II ao Mirante do Gritador) e KM 32 (BR 404, no km 56, sentido Pedro II a Milton Brandão).

Características da Prova
Após a largada da Praça do Recanto, a prova seguirá em comboio de deslocamento pela BR 404 por 4,3 km até a entrada da trilha, onde o pelotão se realinhará para o início do trecho cronometrado. Em seguida, na altura do km 8, começará uma série de descidas, nas quais os atletas devem ter bastante atenção por estarem passando por trecho de povoados.

No km 10, a prova cruzará o povoado Cantinho de Baixo e logo após, no km 10,6 o início de uma grande subida de calçamento com término no km 13,2. No km 15, os atletas cruzarão estrada que liga o Centro de Pedro II ao Mirante do Gritador e logo após irão encontrar a primeira Zona de Apoio.

Com 19 km haverá o primeiro ponto de água no Povoado Serra Dura. Após esse trecho os atletas enfrentarão os primeiros bancos de areia e novos trechos com descidas e estradas de piçarra. “Muita atenção no km 34,8 pois neste local chegaremos à BR 404 onde encontraremos a segunda Zona de Apoio, além de ser o ponto onde as categorias que irão percorrer 72,3 km irão para a esquerda e as demais categorias seguirão pela direita (haverá sinalização específica nesse local). No km 70,1 os atletas chegarão ao final do trecho cronometrado às margens da BR 404, próximo ao Açude da Joana, de onde seguirão em deslocamento até a Praça do Recanto em Pedro II completando 72,3 km de percurso total”, diz a organização.

paaibaprontook