trilhaoutubro2018

Vítima que caiu de escada, não usou equipamento e postou foto dias antes em torre

O jovem Staylon Karrel Sampaio de Brito, de 29 anos, que morreu na última segunda-feira 18/12 não usava equipamento de segurança no momento em que caiu de uma escada, quando fazia um serviço de instalação de internet em uma residência em Piracuruca. A informação é do delegado Hugo Alcântara, que disse que o caso não será investigado por se tratar de uma fatalidade. Dias antes, a vítima publicou uma foto no seu perfil do Facebook onde dizia: “Medo de altura é para os fracos”.

print staylon

O delegado Hugo Alcântara contou que testemunhas viram que o rapaz não usou o equipamento de segurança voluntariamente. “O colega dele estava com equipamento de segurança, mas ele não. Ele estava em uma casa fazendo religação de internet e já tinha terminado o serviço quando se desequilibrou da escada e caiu batendo a cabeça no chão”, relatou.

Ele explicou que o caso foi uma “fatalidade” e por isso não será investigado pela polícia. O primo do rapaz, Deusinet Brito, com quem Staylon trabalhava, contou que dias antes ele publicou uma imagem em seu Facebook pela qual inclusive receberia uma punição. Ele estava no alto de uma torre de internet.

“Ele era recém contratado da empresa, não subia em torres ainda, ele subiu dois dias antes apenas para fazer uma foto, tanto que o acidente aconteceu ontem 18 em uma residência. O rapaz que estava com ele, que era mais antigo na empresa, até comentou na foto que ele não podia fazer isso”, declarou.

No comentário, o colega diz: “Segurança em primeiro lugar! Suas vidas são mais importantes”.

Segundo a família, o rapaz morreu em uma ambulância entre Piracuruca e Piripiri e não reagiu às tentativas de reanimação dos médicos. A família contratou o veículo para fazer o transporte do rapaz, porque não havia ambulâncias do Samu disponíveis, mas ele morreu antes de chegar ao hospital em Teresina. O velório e o enterro de Staylon aconteceram em São José do Divino, cidade a 220 km de Teresina, de onde o rapaz era natural.

“O enterro aconteceu agora a pouco. Os pais deles estão bem abalados e não estão em condições de falar sobre o caso”, explicou o amigo de Staylon. Francisco Marques.

Com informações G1

paraiba60pronto