trilhaoutubro2018

Pai de menina morta por PM perde a audição do ouvido esquerdo

O pai da menina Emily Caetano Costa, 9 anos, morta por policiais militares durante abordagem equivocada na semana passada em Teresina, teve alta do Hospital de Urgências (HUT) no último domingo 31/12. Evandro Costa, que foi atingido por um tiro na altura da orelha, acabou perdendo completamente a audição do ouvido esquerdo.

paidemenina

A informação é do diretor do HUT, o médico Gilberto Albuquerque. De acordo com ele, a bala que atingiu Evandro ficou alojada na região óssea da cabeça, mas isso não irá prejudicar em nada sua recuperação, uma vez que o projétil se encontra dentro de uma cápsula.

“Não há risco de deslocamento da bala na cabeça. O que ele teve foi um sangramento interno provocado pela presença do projétil, mas ficou em observação e o problema foi controlado. Ele passa bem e tem condições de se recuperar dos ferimentos sofridos”, ressalta o diretor do HUT.

Entenda

Evandro da Silva Costa, 31 anos, a filha Emily Caetano Costa e a mulher, Daiane Félix Caetano, 26 anos, foram baleados durante uma abordagem equivocada feita por policiais militares do 5º BPM na madrugada da terça-feira, 26 de dezembro. O veículo não obedeceu a ordem de parada dada pelos PMs e acabou sendo perseguido.

No entanto, mesmo após o veículo ter sido interceptado, os policiais teriam chegado atirando. Os disparos atingiram Evandro na orelha, sua mulher no braço e amenina Emily nas costelas e no tórax. A criança veio a óbito no HUT horas depois. Evandro alegou que não obedeceu a ordem de parada porque estava sem a cadeirinha infantil no banco de trás do carro.

Os policiais acabaram presos e encaminhados para o Presídio Militar enquanto a Polícia Civil apura as responsabilidades do crime e a Corregedoria da PM da prosseguimento a um processo administrativo disciplinar para decidir o futuro dos policiais na Corporação.

Informações odia

paraiba60pronto