trilhaoutubro2018

Réu na morte de cabo do Bope faz post após deixar prisão

Um dos réus no processo que investiga a morte do cabo do Bope, Claudemir Sousa, fez um post Facebook horas após deixar a Casa de Custódia. Ele e os outros sete acusados foram postos em liberdade ontem (09) e aguardam julgamento. Na publicação, Luan Sena agradeceu a Deus e citou uma passagem bíblica:  "O Senhor severamente me castigou, mas não me entregou à morte". 

reumsn

Luan Sena foi pronunciado por associação criminosa. Ele e os demais acusados estavam presos há mais de um ano. Na decisão, o juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Antônio Nolleto, justificou a soltura argumentando que os denunciados responderam regularmente ao feito, participando de todos os atos processuais aos quais foram intimados. 

Família desabafa

A família do cabo Claudemir de Paula Sousa compareceu, nesta quarta-feira (10), à 1ª Vara do Tribunal para ter informações sobre a soltura dos acusados da morte do policial, determinada ontem (9) pela Justiça. 

A irmã da vítima, que prefere não se identificar, conta que ela e sua família sofreram um "baque emocional" desde que souberam da revogação da prisão dos acusados. 

A família teme retaliação já que alguns dos acusados, entre eles Maria Ocionira, então namorada de Claudemir, sabiam de detalhes de suas rotinas. Um dos acusados de ser o executor material do assassinato reside, inclusive, no mesmo bairro onde moram os familiares do cabo. 

cabo

Com informações CV

 

paraiba60pronto