trilhaoutubro2018

No Piauí 70% dos inquéritos são concluídos sem ninguém condenado

Um ano depois, mais de 60% dos casos acompanhados pelo Monitor da Violência no Piauí foram concluídos. Contudo, ninguém foi condenado até o momento. Foi registrado, durante uma semana de 2017, todas as mortes violentas ocorridas no país. No Piauí, 12 casos foram registrados e, destes, 11 geraram inquéritos, sendo que 8 foram concluídos.

O levantamento, inédito e exclusivo, marcou o início de uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública: o Monitor da Violência.

whatsapp image 2018 05 17 at 13.38.36 1

Os casos foram registrados em Teresina, Luzilândia e Parnaíba, entre os dias 21 e 27 de agosto de 2017. Na capital, foram sete casos, em Luzilândia um e em Parnaíba quatro, sendo que um dos casos, um suicídio, não gerou inquérito.

Em Teresina, os casos foram investigados pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa, sob coordenação do delegado Francisco Costa, o Barêtta. Cinco casos foram concluídos e houve um total de nove pessoas indiciadas. Isso porque, em dois homicídios, houve três acusados identificados em cada crime.

m Luzilândia, o inquérito não foi concluído porque a vítima morreu em um linchamento na Zona Rural da cidade. Segundo o delegado Fábio Hering, as condições dificultam a identificação dos autores.

Em Parnaíba, os três casos investigados pela Delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba (DHTL), comandada pelo delegado Eduardo Aquino, foram concluídos e tiveram acusados indiciados.

O Ministério Público denunciou todos os indiciados e todos os casos geraram processo, exceto em Luzilândia, já que não houve autores identificados. Nenhum dos casos foi julgado ainda.

Com informações G1

paraiba60pronto