Trilha JONAS 01112017

REGIONAL

 

776

Foi dada a largada para a temporada de declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2017. Os contribuintes podem entregar suas declarações até o dia 28 de abril. A Receita Federal espera que sejam entregues 28,3 milhões de declarações neste ano.

A Receita informou que no ano passado foram transmitidas 27.960.663 declarações, das quais 771.801 caíram na malha fina (2,76% do total). De acordo com Joaquim Adir, supervisor nacional do Imposto de Renda, os principais erros cometidos pelos contribuintes aparecem no momento da declaração de rendimentos.

“A diferença do imposto retido na fonte, dependentes indevidos, despesa médica indevida e falta de atenção na hora de preencher são os erros mais cometidos.”

A pedido de VEJA, o vice-presidente Administrativo da AESCON-SP, Wilson Gimenez Júnior, listou os erros mais frequentes cometidos pelos contribuintes que acabam caindo na malha fina da Receita.

Preencher números e valores errados
Todo o cuidado é pouco na hora de digitar números na declaração. Isso porque o erro é um dos grandes motivos de malha fina. Qualquer número invertido ou ausente pode dar problema. Em muitos casos, a inconsistência se dá em virtude da redação incorreta, como, por exemplo, a separação dos centavos em pontos e não em vírgulas, como deve ser feito.

Omitir rendimentos
Outro motivo comum que leva à malha fina é a não declaração de algum tipo de rendimento, seja próprio, como um trabalho autônomo, ou um emprego de curta duração; ou de dependentes, como a aposentadoria de um pai ou renda de um filho.

Incoerência da renda declarada e o cartão de crédito
Os gastos com cartão de credito que superam 5.000 reais por mês são informados à Receita pelas administradoras de cartão de crédito. Portanto, a incompatibilidade destes gastos com a renda do contribuinte também pode levar à malha.

Incoerência nos valores com despesas médicas
Despesas médicas podem ser deduzidas integralmente na declaração, entretanto, precisam ter comprovação. Os recibos devem ser guardados por cinco anos pelo contribuinte. Além disso, é importante lembrar que há algumas despesas que não entram nas deduções, como vacinas, por exemplo. É imprescindível lançar as despesas médicas em nome das pessoas físicas corretas, uma vez que há despesas pertencentes ao próprio declarante e outras aos seus respectivos dependentes. Também não esqueça de abater os eventuais valores reembolsados por planos de saúde.

Confusão entre PGBL x VGBL
Somente as contribuições feitas a planos do tipo PGBL podem ser deduzidas, dentro dos limites previstos pela legislação. Já as do tipo VGBL devem ser declaradas como aplicação financeira. Isso porque no VGBL o IR incide apenas sobre os rendimentos, enquanto que no PGBL o imposto incide sobre o valor a ser resgatado.

Deixar de informar pensão alimentícia
O contribuinte que recebe pensão alimentícia deve declarar este rendimento independentemente do valor. Esse valor é tratado como um salário, devendo, portanto, ser acrescentado à renda tributável do contribuinte. Já quem paga pensão, desde que acordada judicialmente, tem a possibilidade de deduzir integralmente o valor pago.

Inclusão de despesas com educação não dedutíveis
Neste quesito, a dedução é permitida somente nos casos de escolares de ensino infantil, fundamental, médio e superior, incluindo especialização, graduação, mestrado e doutorado, até o limite estabelecido na lei. Não podem ser deduzidos cursos extracurriculares, como de idiomas, cursos preparatórios para o vestibular, gastos com material escolar, entre outros.

Inclusão de dependentes indevidamente
Existem critérios para a declaração de dependente, não se tratando apenas se a pessoa dependa financeiramente do contribuinte. Filhos, enteados, netos e bisnetos, por exemplo, devem ter até 21 anos, ou 24 anos se estiverem cursando faculdade. Caso os pais sejam divorciados, os filhos podem ser declarados apenas por aquele que possui a guarda judicial, nunca os dois.

Financiamento
Os financiamentos também costumam gerar dúvidas. Neste item é preciso lembrar que a informação deve ser do valor integral do bem adquirido e do saldo devedor na data de 31 de dezembro. Contudo, os saldos dos financiamentos de imóveis promovidos pelo Sistema Financeiro da Habitação não devem ser considerados como dívida e ônus. Os valores das parcelas pagas devem ser agregados ao valor do bem no item correspondente.

Deduzir qualquer tipo de doação
Não são todas as doações com fins sociais que podem ser deduzidas do IR, apenas aquelas efetuadas diretamente aos fundos controlados pelos Conselhos Municipais, Estaduais e Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente e aos Fundos de Proteção ao Idoso.

(Com informações da VEJA.com)

8833

O Conselho Tutelar de Cocal de Telha em parceria com as Policias Civil e Militar, CRAS, CREAS, CMDCA, Coordenadoria da Mulher e Assistência Social desencadearam na manhã desta Sexta-Feira (24) uma Campanha de Combate a Venda de Bebidas Alcoólicas a Menores de Idade, Exploração e Abuso Sexual e condução indevida de veículos por menores e teve como objetivo principal orientar os comerciantes para que cumpram a lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes. 

 

O Conselho Tutelar informou que é preocupante o numero de casos de menores utilizam bebidas alcoólicas, pilotando motos e até de exploração sexual no município e que neste período carnavalesco deverá aumentar e que a campanha visa conscientizar os donos de estabelecimentos e a população sobre as consequências que o consumo e venda de bebidas para menores pode trazer aos adolescentes, assim como permitir uso indevido de veículos automotores e até de casos de exploração, já que a lei já existe, mas com a falta de repressão alguns donos de estabelecimentos vão deixando de cumpri-la.

Não perca, grande concentração de poder, fé, oração, louvor, adoração e milagres no dia 03 de março, na Igreja Mundial do Poder de Deus em Campo Maior. O evento contará com a presença do Bispo Anderson e a Pastora Heloisa, e dos responsáveis pela igreja em Campo Maior, o Pastr Fábio e a missionária Ana Paula. O evento acontecerá a partir das 19h, no templo, na Avenida José Paulino, 539, em frente a antiga Farmácia São Lucas.

734

Texto: Valdamir Alvarenga

 

Com trajes a caráter, os dançarinos da cantora Mara Pavanelly mostraram toda a sua ginga e sensualidade durante apresentação no palco da praça Valdir Fortes na primeira noite de carnaval em Campo Maior.
DSC 0433

Empolgadas com as coreografias sensuais dos dançarinos, as fãs da cantora foram ao delírio com gritos durante a apresentação dos jovens artistas. Mara Pavanelly estava com todo o gás e não deixou o público parado.
mara 1

Após o sucesso da apresentação cantora Mara Pavanelly  foi a vez de Janaína subir ao palco, para fechar a noite com chave de ouro. Janaina embalou a multidão até às 4hs da madruga.

mara 2

O show contou a presença marcante das Polícias, Militar e Força Tática, além de seguranças particulares que permitiram os foliões se divertirem com tranquilidade.
mara 3mara 4DSC 0429DSC 0442DSC 0435DSC 0441DSC 0430DSC 0442DSC 0429

paaibaprontook