trilhafull

REGIONAL

 

00043

O protesto de agentes penitenciários de várias regiões do país em Brasília fez com que a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) do Piauí emitisse um documento que orientava gerentes de presídios, chefes de grupo, agentes penitenciários e policiais militares lotados no sistema prisional do Estado a ficarem em 'estado de alerta' nos dias 05 e 06 de maio. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o secretário Daniel Oliveira explica que o documento foi emitido após recomendação da Federação Nacional dos Agentes de Segurança Penitenciária (Fenaspen) que articulava uma paralisação nacional em protesto contra a reforma da Previdência, que retira da categoria o direito de ser incluída nas regras especiais de aposentadoria. Contudo, o gestor ressalta que a orientação já foi suspensa após acordo.

"Ontem (04), sentamos com representantes da categoria para tratar de vários temas, inclusive, dessa paralisação. Pedimos a compreensão dos nossos agentes e a paralisação não se confirmou, até mesmo porque o tema é uma discussão nacional e não era justo que se paralisassem os serviços no Piauí. Então, não havendo a paralisação, suspendemos a recomendação", explica Oliveira. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o secretário de Justiça falou também sobre os investimentos que estão sendo realizados no sistema prisional do Estado.

"Estamos concluindo uma licitação que vai ser a maior compra de armas e equipamentos do Estado, algo em torno de R$ 5 milhões de investimentos. Temos um concurso em andamento e ainda esse ano queremos formar novos servidores. Além disso, existem obras em andamento como a penitenciária regional de Campo Maior que está 99% concluída e a reforma dos presídios em Picos e na Irmão Guido, em Teresina, o que possibilitará também a abertura de novas vagas no sistema", destaca o gestor.

 

00000445

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) prorrogou até 31 de maio o prazo para os prefeitos dos 224 municípios do Piauí responderem o questionário do IEGM (Índice de Efetividade da Gestão Municipal), referente ao exercício de 2016. O prazo inicial se encerrava em 30 de abril. O questionário está disponível no site do TCE-PI (www.tec.pi.gov.br) desde o início de março.

A prorrogação saiu na sessão ordinária de quinta-feira, 27 de abril, conforme Decisão Plenária nº 541/17. O objetivo é dar mais prazo para os gestores responderem e enviarem os questionários, visto que muitos alegaram estar encontrando dificuldades para consolidar as informações necessárias, especialmente os novos prefeitos. O envio dos questionários é obrigatório. As prefeituras que não o fizerem no prazo estabelecido podem sofrer sanções previstas na legislação - entre elas, terem as contas bloqueadas.

O IEGM foi instituído com a finalidade de modernizar a gestão das cidades e tornar mais eficientes e efetivos os serviços oferecidos pelos municípios. Começou a ser aplicado no Piauí em 2016, em fase experimental. A partir deste ano, o envio do questionário passa a ser obrigatório, conforme a Resolução TCE-PI nº 27/2016, que dispõe sobre o prazo e a forma de envio da prestação de contas da administração pública.

Por meio do questionário, os gestores informam os dados das políticas públicas e iniciativas desenvolvidas nas áreas de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, cidades protegidas e governança em tecnologia da informação. Essas informações serão analisadas e avaliadas para medir o grau de eficiência dos serviços e realizações das prefeituras, e podem servir de base para a correção de rumos nos casos em que as ações não atendam às demandas e necessidades da comunidade.

 

Fonte: AsCom/TCE

667112

A próxima edição do projeto Seis e Meia traz ao Piauí uma das maiores vozes do Brasil, o cantor Agnaldo Timóteo. Em Teresina, o show será no dia 9 de maio, no Theatro 4 de Setembro. Além da capital, o cantor se apresentará nas cidades de Oeiras e Floriano, nos dias 10 e 11, respectivamente.  A venda de ingressos para o show do dia 9 inicia na próxima quinta-feira (4), na bilheteria do Theatro 4 de Setembro. A abertura local será feita por José Williams, que tem como principal repertório músicas de Nelson Gonçalves.

Em Oeiras, os ingressos começarão a ser vendidos no dia 3 de maio, na portaria do Cineteatro Oeiras. Já em Floriano, a venda inicia dia 4 de maio, no Espaço Cultural Maria Bonita.

Nos shows que apresentará no Piauí, Agnaldo Timóteo traz no repertório músicas do mais novo CD “Obrigado, Cauby”, onde canta grandes sucessos de Cauby Peixoto, como “Ninguém é de Ninguém”, “A Pérola e o Rubi”, “Tarde Fria”, “Bastidores” e, é claro, “Conceição”, gravada em dueto com o homenageado, por meio de uma montagem.

A proximidade entre Agnaldo Timóteo e Cauby Peixoto vem desde os anos 50, época em que Agnaldo ainda sonhava em ser um cantor popular conhecido em todo Brasil. Nessa época, Timóteo era conhecido como o “Cauby Mineiro” porque defendia todo o repertório de seu ídolo nos programas de rádio de Belo Horizonte.

Além das músicas do novo CD, Agnaldo Timóteo não deixará de apresentar também seus grandes sucessos, entre eles, “Meu grito”, “Os verdes campos da minha terra”, “Os brutos também amam”, “Quem é”, “Eu vou sair para buscar você” e “Último Telefonema”.

Para o show em Teresina, os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Em Oeiras e Floriano, o valor será de R$ 30.

Seis e Meia

O projeto Seis e Meia é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura do Piauí (Secult). Todos os meses uma atração nacional e uma atração local se apresentam no palco do Theatro 4 de Setembro.

“O Seis e Meia é um projeto que já consolidou pelo grande sucesso com o público. Cada atração é recebida com casa cheia no Theatro 4 de Setembro, por isso, é necessário levar o projeto também para outros municípios”, diz o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

 

77677

A Polícia Rodoviária Federal registrou a ocorrência de três acidentes fatais nas BRs que cortam o Piauí, durante o Feriadão de Tiradentes. Ao todo, foram 15 acidentes que deixaram ainda 16 pessoas feridas. Durante a operação, que seguiu entre os dias 20 e 24 de abril, foram registradas ainda 978 autuações, com a prisão de 8 pessoas.

Os dados apresentados pelo Núcleo de Comunicação da PRF informam ainda a realização de 1030 testes de alcoolemia, abordagem de 692 pessoas em campanhas educativas, fiscalização de 2677 veículos e 3057 pessoas.

Nas estradas o principal problema ainda é o excesso de velocidade. Durante o período foram flagrados 267 veículos acima do limite permitido para a via. Em alguns dos casos, os motoristas estavam a 151 km/h e até 158 km/h.

Acidentes fatais
Os acidentes com mortes foram registrados nas cidades de Alvorada do Gurgueia (BR-135, colisão entre moto e um caminhão); Picos (acidente envolvendo uma motocicleta na BR-316); e em Brasileira (atropelamento de pedestre na BR-343).

Das infrações, 15 autuações foram por excesso de velocidade, 99 por ausência de uso do capacete, 29 por não uso do cinto de segurança, 6 pela falta de cadeirinha e mais 56 por ultrapassagens irregulares.

paraiba60pronto