Trilha JONAS 01112017

REGIONAL

 

O Centro Educativo Municipal Professor Paulo de Tarso Machado, localizado em Piripiri, distante 157 quilômetros de Teresina, foi arrombado e furtado na última sexta-feira (20). Após a ação, os bandidos ainda deixaram um bilhete para a direção da escola: “infelizmente sem emprego, desculpa”. 

debntro3

Os assaltantes reviraram os armários, furtaram computadores e equipamento de som da escola. Segundo um site local de Piripiri, os arrombadores ainda tentaram levar a televisão do centro educativo, mas não conseguiram. Os bandidos tiveram acesso à escola após arrombarem as grades da unidade escolar. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Piripiri. Até agora não foram encontrados suspeitos. 

dentro11111

Com Informações CV

76009

Aproximadamente 100 mil micro e pequenas empresas estarão impedidas de transmitir a Declaração Mensal do Simples Nacional (PGDAS-D) do mês de novembro, alertou a Receita Federal. O PGDAS-D é um aplicativo disponível no Portal do Simples Nacional, que serve para o contribuinte efetuar o cálculo dos tributos devidos mensalmente na forma do Simples Nacional e imprimir o documento de arrecadação (DAS).

Nos últimos anos, a Receita Federal vem trabalhando no combate a diversos tipos de fraudes detectadas nas informações prestadas pelas empresas por meio das declarações apresentadas ao órgão.

No caso dos contribuintes do Simples Nacional, a Receita já identificou quase 100 mil empresas que, sem amparo legal, assinalaram no PGDAS-D campos como “imunidade”, “isenção/redução-cesta básica” ou ainda “lançamento de ofício”. Essa marcação acaba por reduzir indevidamente o valor dos tributos a serem pagos, explicou a Receita.

A partir do dia 21 de outubro, a empresa que foi selecionada na malha da Receita, antes de transmitir a declaração do mês, terá de retificar as declarações anteriores, gerar e pagar o DAS complementar para se autorregularizar, evitando assim penalidades futuras, como a exclusão do regime do Simples Nacional. O próprio PGDAS-D apontará as declarações a serem retificadas.

“A Receita informa ainda que as empresas não serão pegas de surpresa. Essa ação já foi amplamente divulgada por notícias publicadas tanto no sítio da Receita quanto no Portal do Simples Nacional, com orientações para o contribuinte se autorregularizar”, destacou o órgão.

(Com informações da Agência Brasil)

 

Após entrar em vigor a nova política de reajuste de preços do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), cozinhar virou um assunto um tanto quanto salgado. Somente entre os meses de junho e outubro, o valor dos botijões de gás subiu quase 50% e o preço já chega a R$ 110 em várias revendedoras do Brasil.

Os novos valores devem chegar a Campo Maior que já sofre com preços eledos em relação a outros municípios da região. Sendo motivo de audiência pública convocada pelo vereador Geraldo Paz.

gaz

As novas mudanças de preço começaram a acontecer em junho deste ano. Deste então, até a presente data, foram cinco altas e apenas uma baixa, que resulta em uma variação de 47,5% nas refinarias. A alta verificada para os revendedores foi de 5,86% e, hoje, eles pagam, em média, R$ 43,30 por cada botijão de 13 kg.

Ao consumidor final, a variação média verificada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) no período é de 7,56%. Em outubro, o preço médio encontrado para os itens de 13 kg foi de R$ 61,72, com variação entre R$ 40 e R$ 110.

Com Informações R7

7450

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) entregou, nesta terça-feira (17), mais uma viatura ao sistema prisional do Estado, totalizando cinco do total de dez viaturas que serão entregues até o final deste ano. A unidade prisional beneficiada foi a Casa de Detenção Provisória Capitão Carlos José Gomes de Assis, em Altos, que também recebeu coletes balísticos e munições para os agentes penitenciários.

A viatura entregue foi adquirida pela Secretaria de Justiça com recursos do Fundo Penitenciário Nacional, cujo a quantia de R$ 1,7 milhão foi destinada à compra de dez viaturas. Somente neste ano, a Sejus já adquiriu 21 veículos para o transporte de presos.

“É uma viatura moderna e apropriada para o sistema e que, também, vai oferecer mais conforto e segurança ao agente penitenciário, nas suas demandas diárias”, comenta o tenente Igor Moreira, gerente adjunto da Casa de Detenção de Altos.

Além da viatura, equipada com sistema de câmeras e que pode transportar até 10 presos, foram entregues, pela Secretaria de Justiça, 10 coletes balísticos e, ainda 500 munições de elastômero (balas de borracha).

“Estamos garantindo mais modernidade e condições de trabalho para os servidores. Vamos em frente, na construção de um sistema penitenciário mais moderno”, declara o secretário de Justiça, Daniel Oliveira.

O deputado estadual, Dr. Hélio Oliveira também esteve presente na solenidade e ressaltou que, em pouco o tempo, o Piauí abrirá mais vagas no sistema prisional. “É uma grande alegria todas as vezes que a gente pode suprir o sistema com essas demandas. O Estado está trabalhando fortemente para abrir, até 2018, quase 1.000 novas vagas. Será muito importante, pois um dos grandes gargalos do Brasil e do Piauí é a superlotação”, observa.

Até 2018, o sistema prisional do Piauí deverá ser contemplado com as novas vagas da Penitenciária Regional de Campo Maior, construção de novos pavilhões na Casa de Custódia e, ainda, a conclusão da Cadeia Pública de Altos.

paaibaprontook