Trilha JONAS 01112017

REGIONAL

 

O pai da menina Emily Caetano Costa, 9 anos, morta por policiais militares durante abordagem equivocada na semana passada em Teresina, teve alta do Hospital de Urgências (HUT) no último domingo 31/12. Evandro Costa, que foi atingido por um tiro na altura da orelha, acabou perdendo completamente a audição do ouvido esquerdo.

paidemenina

A informação é do diretor do HUT, o médico Gilberto Albuquerque. De acordo com ele, a bala que atingiu Evandro ficou alojada na região óssea da cabeça, mas isso não irá prejudicar em nada sua recuperação, uma vez que o projétil se encontra dentro de uma cápsula.

“Não há risco de deslocamento da bala na cabeça. O que ele teve foi um sangramento interno provocado pela presença do projétil, mas ficou em observação e o problema foi controlado. Ele passa bem e tem condições de se recuperar dos ferimentos sofridos”, ressalta o diretor do HUT.

Entenda

Evandro da Silva Costa, 31 anos, a filha Emily Caetano Costa e a mulher, Daiane Félix Caetano, 26 anos, foram baleados durante uma abordagem equivocada feita por policiais militares do 5º BPM na madrugada da terça-feira, 26 de dezembro. O veículo não obedeceu a ordem de parada dada pelos PMs e acabou sendo perseguido.

No entanto, mesmo após o veículo ter sido interceptado, os policiais teriam chegado atirando. Os disparos atingiram Evandro na orelha, sua mulher no braço e amenina Emily nas costelas e no tórax. A criança veio a óbito no HUT horas depois. Evandro alegou que não obedeceu a ordem de parada porque estava sem a cadeirinha infantil no banco de trás do carro.

Os policiais acabaram presos e encaminhados para o Presídio Militar enquanto a Polícia Civil apura as responsabilidades do crime e a Corregedoria da PM da prosseguimento a um processo administrativo disciplinar para decidir o futuro dos policiais na Corporação.

Informações odia

Os trabalhadores em educação da rede estadual do Piaui podem confirmar o reajuste de 2017. Após sete meses o governador Wellington Dias sancionou a Lei nº 7.081, de 21 de dezembro de 2017, que dispõe sobre o reajuste do vencimentos dos profissionais do magistério da educação pública estadual.

lei7081

O reajuste do piso do magistério, por lei é deve ser corrigido no mês de janeiro. Os trabalhadores em educação do Piauí estão recebendo o reajuste de 7,64% desde maio de 2017, e somente agora em dezembro o governador publica a lei autorizativa do pagamento. 

Vale lembrar que o reajuste é abrange os servidores ativos, aposentados e pensionistas. E não se estende aos professores contratados temporariamente. Com a sanção da lei, muitos servidores que aguardam a aposentadoria, poderão dar prosseguimento ao processo.

Veja íntegra da publicação no diário Oficial do Estado nº 237 de 21 de dezembro de 2017.

Fonte: SINTE-PI/CV

Por meio de termo de cooperação técnica assinado, na última quinta-feira 21/12, pelo governador Wellington Dias, piauienses correntistas do Banco do Brasil (BB) poderão quitar suas dívidas em tributos com financiamento do banco em até 48 meses. Os usuários poderão ganhar descontos em pagamentos à vista negociando o valor integral com até 59 dias de carência para a primeira parcela.

Fachada DETRAN 005

Também assinado pelo superintendente regional do BB, Pio Gomes, e pelo diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Arão Martins, o benefício vai ser voltado, principalmente para dívidas com tributos de trânsito, como multas, emplacamento, e demais taxas de regularização.  

O governador Wellington Dias acredita que a medida facilita a vida dos usuários dos serviços públicos do estado do Piauí.” Alguém tem que pagar o IPVA,  ou uma multa de trânsito ou alguma regularização, receber descontos e ainda poder parcelar a dívida. É um objetivo importante, facilitar a vida, permitir vantagens para relações de serviços em áreas do Estado”, destacou Dias.

Pelo acordo feito pela cooperação, o banco antecipa o pagamento, o que também auxilia nas contas públicas. “O Estado tem a vantagem de receber integralmente o valor da taxa e do tributo e o usuário tem a possibilidade de parcelar o pagamento. E isso é um facilitador para  a regularização dos veículos, das taxas, de tudo o que está agregado ao licenciamento do veículo”, revelou o diretor-geral do Detran.

O contribuinte vai poder fazer a negociação parcelada da dívida no próprio celular, através do aplicativo do Banco do Brasil. A negociação também poderá ser feita através de terminais de autoatendimento do banco. “O contribuinte tem, por exemplo, o emplacamento do veículo e naquele momento ele não está com o valor ou com o valor total, o banco financia com o Detran”, garante o superintendente do BB.

Com informações ASCOM

 

O jovem Staylon Karrel Sampaio de Brito, de 29 anos, que morreu na última segunda-feira 18/12 não usava equipamento de segurança no momento em que caiu de uma escada, quando fazia um serviço de instalação de internet em uma residência em Piracuruca. A informação é do delegado Hugo Alcântara, que disse que o caso não será investigado por se tratar de uma fatalidade. Dias antes, a vítima publicou uma foto no seu perfil do Facebook onde dizia: “Medo de altura é para os fracos”.

print staylon

O delegado Hugo Alcântara contou que testemunhas viram que o rapaz não usou o equipamento de segurança voluntariamente. “O colega dele estava com equipamento de segurança, mas ele não. Ele estava em uma casa fazendo religação de internet e já tinha terminado o serviço quando se desequilibrou da escada e caiu batendo a cabeça no chão”, relatou.

Ele explicou que o caso foi uma “fatalidade” e por isso não será investigado pela polícia. O primo do rapaz, Deusinet Brito, com quem Staylon trabalhava, contou que dias antes ele publicou uma imagem em seu Facebook pela qual inclusive receberia uma punição. Ele estava no alto de uma torre de internet.

“Ele era recém contratado da empresa, não subia em torres ainda, ele subiu dois dias antes apenas para fazer uma foto, tanto que o acidente aconteceu ontem 18 em uma residência. O rapaz que estava com ele, que era mais antigo na empresa, até comentou na foto que ele não podia fazer isso”, declarou.

No comentário, o colega diz: “Segurança em primeiro lugar! Suas vidas são mais importantes”.

Segundo a família, o rapaz morreu em uma ambulância entre Piracuruca e Piripiri e não reagiu às tentativas de reanimação dos médicos. A família contratou o veículo para fazer o transporte do rapaz, porque não havia ambulâncias do Samu disponíveis, mas ele morreu antes de chegar ao hospital em Teresina. O velório e o enterro de Staylon aconteceram em São José do Divino, cidade a 220 km de Teresina, de onde o rapaz era natural.

“O enterro aconteceu agora a pouco. Os pais deles estão bem abalados e não estão em condições de falar sobre o caso”, explicou o amigo de Staylon. Francisco Marques.

Com informações G1

paaibaprontook