Trilha JONAS 01112017

Homem acha embalagem de remédio dentro de refrigerante

Um comerciante de Teresina encontrou uma embalagem de medicamento para dores dentro de uma garrafa de refrigerante na zona Sul da capital. Ao comprar as garrafas o dono do estabelecimento não percebeu o conteúdo, mas ao entregar para um cliente, prontamente ele recebeu a reclamação de que havia um objeto estranho junto ao líquido. "Ele me chamou e pediu para eu não abrir e aí eu fui ver o que tinha dentro.

refri

Só então percebi que se tratava de uma embalagem de remédio. Na embalagem é até possível ler dor de cabeça e outras dores. O que me preocupa é se esse rapaz não tivesse visto:", questiona Waldinar Oliveira.

Waldinar acrescenta que vai procurar a empresa para denunciar o caso, e agora deve cobrar das autoridades uma resposta para o caso. "O prejuízo podia ser sem tamanho se alguém tivesse tomado o que há na embalagem", completa o comerciante.

O caso deve ser denunciado no Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). O coordenador do órgão no Piauí, promotor Nivaldo Ribeiro, explica que o potencial de risco a saúde e do tamanho da empresa a multa pode chegar a R$ 9 milhões além de compensação financeira ao consumidor.

"O consumidor deve dar a notícia ao Procon e o órgão abrirá um procedimento coletivo para apurar se nesses lotes do refrigerante não tem outros produtos nas mesmas condições. No final vai ser comprovado que houve a infração no código do consumidor. Posterior a isso, o consumidor pode até requerer uma indenização por danos morais", explicou o promotor.

Empresa se posiciona

Em nota, a empresa responsável pela fabricação do produto, explica que o caso deve ser apurado e que o consumidor lesado deve procurar os canais de comunicação da empresa.

Leia nota na íntegra:

A Solar informa que a fábrica de Teresina, onde foi fabricado o produto citado na reportagem, segue os mais rigorosos padrões de qualidade, segurança de alimentos e integridade na fabricação das bebidas. A linha de produção possui uma série de procedimentos de inspeção e
equipamentos eletrônicos que asseguram a qualidade das bebidas, o que torna praticamente nula a possibilidade de que o produto tenha saído da linha de produção com o corpo estranho apresentado.

A empresa precisaria ter acesso ao produto para verificar com exatidão o que pode ter ocorrido, inclusive se a vedação está intacta.

A Solar reafirma seu compromisso com a qualidade e com o bem-estar de seus consumidores, estando sempre à disposição para substituir os
produtos, nas hipóteses determinadas pelo Código de Defesa do Consumidor, colocando-se à disposição para atendimento pelo telefone 0800 275 0857.

Com Informações CV

paaibaprontook