Trilha JONAS 01112017

Estudiosos britânicos encontraram a mais antiga cópia grega de um texto cristão apócrifo que reúne os "ensinamentos secretos" de Jesus para Tiago, que historiadores acreditam ter sido seu irmão. A cópia foi descoberta em meio ao acervo da Universidade de Oxford, uma das mais antigas do mundo.

papiro

O manuscrito é uma edição rara, em língua grega, de uma história apócrifa da época do Novo Testamento chamada "Primeiro Apocalipse de Tiago", que até agora parecia ter sido preservada apenas na língua copta — uma língua egípcia evoluída de hieróglifos.

O texto foi proibido depois que Atanásio, bispo de Alexandria, definiu o cânone dos 27 livros conhecidos hoje como o Novo Testamento. Todas as outras histórias, como aquelas encontradas na coleção Nag Hammadi, foram consideradas heréticas.

— Textos gnósticos como o "Primeiro Apocalipse de Tiago" foram banidos por causa de sua "compreensão diferente" da importância de Jesus — diz Brent Landau, pesquisador de estudos religiosos de Universidade do Texas em Austin. — Eles entendem Jesus muito mais em termos de ser um revelador da sabedoria humana do que como um messias. De acordo com esses textos gnósticos, Jesus ensinou que o mundo material é realmente uma prisão criada por um ser maligno, algo muito parecido com o filme "Matrix", essencialmente.

No texto, Jesus descreve esta prisão terrena para seu "irmão". Ele revela que o mundo é protegido por figuras demoníacas chamadas "archons", que estão bloqueando o caminho entre o mundo material e a vida após a morte.

'Nunca suspeitamos que os fragmentos tivessem sobrevivido. Mas lá estavam eles'

Grande parte dos escritos apócrifos aos quais temos acesso atualmente estão em copta. Até hoje, pouquíssimos textos foram encontrados em grego, seu idioma original de composição: uma coleção de 13 livros gnósticos coptas descobertos em 1945 no Alto Egito, que formam atualmente a biblioteca de Nag Hammadi.

No entanto, Landau e outro pesquisador de estudos religiosos de Universidade do Texas em Austin, Geoffrey Smith, adicionaram à essa lista a descoberta de fragmentos gregos datados do século V do que é conhecido como "Primeiro Apocalipse de Tiago".

Os estudiosos fizeram a descoberta no início do ano, mas só agora divulgaram o feito em publicação científica. Eles apresentaram suas conclusões no Encontro Anual da Sociedade de Literatura Bíblica, em Boston. O trabalho ainda não foi analisado por outros pesquisadores.

— Dizer que ficamos entusiasmados quando percebemos o que tínhamos encontrado é pouco — disse Smith, professor assistente em estudos religiosos, que encontrou o pequeno fragmento no início deste ano entre os arquivos da Universidade de Oxford. — Nunca suspeitamos que os fragmentos gregos do Primeiro Apocalipse de Tiago tivessem sobrevivido à Antiguidade. Mas lá estavam eles, bem na nossa frente.

Manuscrito foi levado para Oxford no século XIX

A narrativa do texto encontrado descreve o que seriam ensinamentos de Jesus para seu "irmão" Tiago, discorrendo sobre como seria o reino celestial e revelando eventos futuros, incluindo a morte de Tiago.

— O texto complementa o relato bíblico da vida e do ministério de Jesus, permitindo-nos o acesso a conversas que supostamente ocorreram entre Jesus e seu irmão Tiago. Ensinamentos secretos que permitiram que Tiago fosse um bom professor após a morte de Jesus — afirma Smith.

O achado pertence a uma coleção de mais de 200 mil documentos de papiros da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Antes de chegarem lá, eles foram escavados de um antigo depósito de lixo egípcio, espalhados entre pilhas de manuscritos do século V, antigos recibos de impostos e contas de venda de vagões e burros. Esse depósito ficava na cidade egípcia de Oxyrhynchus, e os documentos foram retirados de lá e levados para Oxford no final do século XIX. Smith e Landau estudaram os achados Oxyrhynchus por mais de dois anos.

Fonte: O Globo

275 anos se passaram desde 1742, quando foi criada a Paróquia de Nossa Senhora do Desterro no município de Castelo do Piauí. Em comemoração a este dia festivo foi organizado um tríduo com os “Jubileus” da Juventude, do Perdão, da Família, dos Idosos, das Crianças e a Celebração Eucaristia que aconteceu ontem (26), às 19h00min, celebrada por Dom Francisco de Assis Gabriel dos Santos e concelebrada pelo pároco Pe. Tadeusz Semmerling, Padre Duarte (Vigário Geral da Diocese), Pe. Carlos Lages, Pe. Allan Kardec, Pe. Mariano e Pe. Eugeniusz Klawikowski.

bispo1

Nesta celebração jubilar, aconteceu o encontro das imagens dos Santos das comunidades que pertencem a Paróquia, onde, na recepção ao Bispo Diocesano, vieram em procissão do Posto São José até a Praça da Matriz.

Em sua segunda visita à Castelo do Piauí, Dom Francisco de Assis recebeu a acolhida dos Castelenses feita por Maria das Dores Almeida (Dodora), represetando a comunidade. Em sua homilia Dom Francisco falou do olhar que o mundo deve ter para Jesus o Rei do Universo e da Esperança por dias melhores, mesmo que demore.

bispo3

No Final da Celebração, o Prefeito Municipal Magno Soares, fez uso da palavra e disse estar muito alegre assim como os munícipes por conta da Festa dos 275 anos: “Castelo é abençoada, terra de povo hospitaleiro, ordeiro que nasceu 20 anos depois da Instalação da Paróquia, povo que nasce da fé”.

O Historiador Jordano Bruno, membro do Apostolado da Oração e apaixonado pelo história da Igreja de Nossa Senhora do Desterro, discorreu os momentos mais marcantes para a vida da Paróquia nestes 275 anos de missão e evangelização feitas de forma fidedigna com datas e citação de escritos.

bispo4

Padre Tadeusz Semmerling, em sua fala, agradeceu a Deus e aos fiéis os anos de trabalho e história da Paróquia. No final da celebração Dom Francisco Gabriel foi agraciado com alguns presentes da Paróquia como forma de boas vindas e agradecimentos pela presença na festa. O que chamou mais atenção do Bispo foi o presente das crianças da Infância Missionária, o “Bispinho Chico de Assis” feito de bisqui. O grupo municipal AJUCA também apresentou uma dança para a recepção.

Logo após as falas, as crianças da Infância Missionaria da Paróquia coroaram a Imagem histórica de Nossa Senhora do Desterro. Esse foi uns dos momentos mais emocionantes da Celebração.

bispo5

bispo6

bispo7

Reportagem e fotos: Pascom – Paróquia Nossa Senhora do Desterro.

Um comerciante de Teresina encontrou uma embalagem de medicamento para dores dentro de uma garrafa de refrigerante na zona Sul da capital. Ao comprar as garrafas o dono do estabelecimento não percebeu o conteúdo, mas ao entregar para um cliente, prontamente ele recebeu a reclamação de que havia um objeto estranho junto ao líquido. "Ele me chamou e pediu para eu não abrir e aí eu fui ver o que tinha dentro.

refri

Só então percebi que se tratava de uma embalagem de remédio. Na embalagem é até possível ler dor de cabeça e outras dores. O que me preocupa é se esse rapaz não tivesse visto:", questiona Waldinar Oliveira.

Waldinar acrescenta que vai procurar a empresa para denunciar o caso, e agora deve cobrar das autoridades uma resposta para o caso. "O prejuízo podia ser sem tamanho se alguém tivesse tomado o que há na embalagem", completa o comerciante.

O caso deve ser denunciado no Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). O coordenador do órgão no Piauí, promotor Nivaldo Ribeiro, explica que o potencial de risco a saúde e do tamanho da empresa a multa pode chegar a R$ 9 milhões além de compensação financeira ao consumidor.

"O consumidor deve dar a notícia ao Procon e o órgão abrirá um procedimento coletivo para apurar se nesses lotes do refrigerante não tem outros produtos nas mesmas condições. No final vai ser comprovado que houve a infração no código do consumidor. Posterior a isso, o consumidor pode até requerer uma indenização por danos morais", explicou o promotor.

Empresa se posiciona

Em nota, a empresa responsável pela fabricação do produto, explica que o caso deve ser apurado e que o consumidor lesado deve procurar os canais de comunicação da empresa.

Leia nota na íntegra:

A Solar informa que a fábrica de Teresina, onde foi fabricado o produto citado na reportagem, segue os mais rigorosos padrões de qualidade, segurança de alimentos e integridade na fabricação das bebidas. A linha de produção possui uma série de procedimentos de inspeção e
equipamentos eletrônicos que asseguram a qualidade das bebidas, o que torna praticamente nula a possibilidade de que o produto tenha saído da linha de produção com o corpo estranho apresentado.

A empresa precisaria ter acesso ao produto para verificar com exatidão o que pode ter ocorrido, inclusive se a vedação está intacta.

A Solar reafirma seu compromisso com a qualidade e com o bem-estar de seus consumidores, estando sempre à disposição para substituir os
produtos, nas hipóteses determinadas pelo Código de Defesa do Consumidor, colocando-se à disposição para atendimento pelo telefone 0800 275 0857.

Com Informações CV

DSC 4698

A Prefeitura de Campo Maior através da Coordenadoria da Mulher está promovendo a campanha ”16 dias de Ativismo pelo fim da Violência contra Mulher”, com uma extensa programação que segue até o dia 18 de dezembro. Palestras, mesas redondas, diálogos em escolas, audiência pública e capacitação de profissionais da área de segurança integram as atividades da campanha.

“A campanha é uma mobilização anual feita por diversos órgãos engajados no enfrentamento a Violência contra as Mulheres. Em Campo Maior recebe a adesão da Prefeitura Municipal através da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres e vários órgãos Institucionais como a UESPI, IFPI, OAB e a Secretaria Municipal de Assistência Social – Semas.

A programação teve início na última terça-feira (21/11) com a roda de diálogo sobre desigualdade de gênero na Associação de moradores do Bairro São João. A atividade segue pelos Bairros Paulo VI e Cidade Nova.

DSC 4696

Na manhã dessa quarta-feira 29/11, aconteceu a palestra “Saúde emocional, auto- estima e valorização da mulher” para servidoras municipais. O evento foi realizado na sede da Secretaria de Assistência Social e contou com presença da secretária Nilzana Gomes.

A programação continua. Nesta quinta-feira (30/11), acontece uma audiência pública na Câmara Municipal e no sábado (02/12), um pedágio no posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR 343, com o objetivo de mobilizar os homens pelo fim da violência contra mulheres.

DSC 4694

paaibaprontook