trilha070219ok

Na manhã desta sexta-feira 09/02, a Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), em parceria com a Igreja Universal do Reino de Deus, celebrou o batismo de 53 detentos na Casa de Detenção Provisória Capitão Carlos José Gomes de Assis, em Altos. O ritual religioso foi o maior já realizado no sistema prisional do Piauí.

batismo na prisao

A assistência religiosa, como prevista na Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210/84), é um dos pilares da Secretaria de Justiça no tocante à ressocialização. Cultos, missas e outros rituais são realizados com frequência nas unidades penais do Piauí. “A Secretaria compreende que a assistência religiosa, além de ser um direito, é um instrumento poderosíssimo na recuperação dos internos”, comenta Estevam Marlon, coordenador de Assistência Espiritual da Sejus.

Além da ressocialização, esse tipo de assistência possibilita um melhor comportamento dos presos nas unidades penais. “Isso, para o sistema prisional, é de suma importância, porque, quando o homem se transforma, muda o seu comportamento, o seu pensamento, suas atitudes, e é isso que o sistema precisa, para que prevaleça a calmaria e a paz “, diz o Bispo Souza, líder da Igreja Universal.

Com o batismo, muitos detentos assumem buscar um novo caminho, uma nova vida, como o caso de Izânio Silva. “Me sinto feliz com a presença de Deus. Agora, é só andar nos caminhos de Deus, para colhermos as bênçãos“, ressalta o interno.

Com informações sejus

Há boas novidades para quem esperava notícias sobre o concurso público do INSS. O órgão enviou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) solicitação para preencher 16.548 vagas, nos cargos de Técnico do Seguro Social, Analista do Seguro Social e Perito Médico Previdenciário.

concursopublico

Uma das justificativas do INSS é o aumento no número de pedidos de aposentadorias. A documentação já chegou no gabinete do ministro e está sendo analisado pela assessoria técnica e administrativa. Do total de oportunidades requeridas, pelo menos 7.580 são para a abertura de novo concurso público em 2018. De acordo com o documento deve ser ofertadas:

- Técnico do Seguro Social: 
3.941 Vagas
Nível médio
Remuneração inicial de R$ 5.344,87

- Analista:
1.493 Vagas,
Nível superior na área
Inicial de R$ 7.954,09

- Perito Médico: 
2.146 Vagas
Nível superior em medicina
Inicial de R$ 10.616,14

As demais ofertas são para as seguintes situações: 2.644 vagas para os excedentes da seleção vigente (2.114 para técnico e 530 para analista) e 6.324 que podem ser tanto para o atual processo seletivo quanto para o novo certame (6.160 para técnico e 164 para analista).

Com informações CV

A reconstrução e ampliação do Centro de Convivência da Melhor Idade de Campo Maior segue em ritmo acelerado. O novo complexo, que será entregue para população ainda nesse semestre, está sendo ampliado para receber outras unidades administrativas da Assistência Social do município. 
idoso1

A secretária de Assistência Social, Nilzana Vieira Gomes, visitou a obra na manhã desse dia 19 de janeiro. A gestora disse que o cronograma dos serviços, que iniciaram no segundo semestre do ano passado, está dentro do esperado.

Nilzana informou que o no Centro de Convivência será um verdadeiro complexo de cidadania para as pessoas da melhor idade. “Estamos trabalhando para que o nosso idoso se sinta à vontade e em casa”, afirma a secretária.
idoso20k

Ela lembra que o recurso para a execução dessa obra, (quase R$ 200 mil), é oriundo do tesouro municipal. O local não passava por reforma com essa magnitude há 26 anos.  
idoso4

Uma jovem anunciou a doação das filhas, uma de três anos e a outra de 9 meses, através de uma publicação no Facebook feita na segunda-feira 15/01. O caso ocorreu na cidade de Mundo Novo, que fica a cerca de 300 km de Salvador. Entretanto, após conversa com o Conselho Tutelar do município, a mulher desistiu da doação e fez uma nova postagem, nesta terça-feira 16/01, se dizendo arrependida por ter pensado em dar as crianças.

FOTO1FILHA

Na primeira postagem, a mulher diz que não tem condições financeiras de criar as meninas, que o pai delas é ausente e que ela estava passando dificuldades. Por conta do anúncio, moradores da cidade denunciaram o caso ao Conselho Tutelar da cidade.

"Ficamos cientes através da população. Fomos na casa dela e conversamos. Ela disse que foi um momento de desespero, que estava passando fome e que não queria ver as filhas passando por essa situação. Disse também que está prestes a ser despejada da casa que mora de aluguel. Depois da conversa, fizemos o encaminhamento para que ela pudesse ter assistência do município", explicou o conselheiro Vinícius Cerqueira.

print filhas 21516129561

Após conversa com o Conselho, a mulher fez outra postagem nas redes sociais. "Tanto conselho que recebi, que resolvi voltar atrás. Foi errado. Deus vai me ajudar e eu não vou desistir de minhas duas filhas".

Com informações G1.

paraiba60pronto